VIOLÊNCIA NAS UBS: Para Sindicato, Segurança é dever e obrigação do Estado

0
111

Diretores do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto participaram na tarde desta quinta-feira, dia 16, de uma reunião na sede do Comando de Policiamento do Interior – CPI-3, com o Tenente Coronel José Roberto Malaspina, o prefeito em exercício, Marinho Sampaio, o secretário da Saúde, Stênio Miranda, representantes da OAB, Governo Municipal e Polícia Militar para discutir os problemas de segurança nas unidades de saúde do município.

Nesta semana uma servidora municipal foi assaltada quando saía da UBS do Parque Ribeirão. Em protesto, os trabalhadores paralisaram as atividades por falta de segurança. No dia seguinte, a mesma unidade foi alvo de bandidos que roubaram as armas e coletes de segurança de Guardas Municipais que haviam sido designados para melhorar a segurança. Além desta UBS, há problemas de agressão aos servidores em outras.

Na reunião ficou definido que uma estratégia de segurança será realizada com o objetivo de ampliar o policiamento nas unidades, principalmente onde as estatísticas apontarem mais incidência de casos. Segundo o Coronel Malaspina há efetivo da PM suficiente para isso.

Para o vice-presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto, segurança é dever e obrigação do Estado. “Foi proveitosa essa reunião e acreditamos que essa estratégia possa dar resultados positivos. O Comando da PM entendeu a necessidade”, afirmou. “O Sindicato continuará fazendo a sua parte e não medindo esforços para ajudar no que for preciso”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui