Sindicato quer rigor na aplicação do decreto que regulamenta atividades laborais com umidade abaixo de 20%

0
121

O Sindicato dos Servidores Municipais enviou um ofício ao secretário de governo, Jamil Albuquerque, cobrando rigor na aplicação do decreto n° 204, de setembro de 2011, que regulamenta a prática de atividades laborais, fora das repartições públicas, a fim de proteger os servidores dos efeitos nocivos da umidade relativa do ar abaixo dos 20% e dos efeitos dos raios solares. “O decreto que garante a suspensão dos trabalhos externos quando a umidade relativa do ar estiver abaixo dos 20% foi uma conquista do Sindicato e assinado pela prefeita. Estamos enfrentando temperaturas altíssimas nos últimos dias em Ribeirão e temos que nos preocupar com a saúde dos nossos trabalhadores. Queremos que o governo cobre de todas as Secretarias a execução deste decreto. Nossa preocupação é com a baixa umidade do ar e com os raios ultravioletas, que trazem problemas sérios de saúde, como o câncer, por exemplo,”, diz o presidente do Sindicato, Wagner Rodrigues. “O trabalhador também tem de ficar atento. Ele pode fazer a consulta sobre as condições climáticas da nossa cidade através de sites especializados pela internet. O Sindicato também se coloca à disposição dos servidores para qualquer tipo de orientação. Se um trabalhador, de qualquer Secretaria ou autarquia, for exposto a condições climáticas nocivas a sua saúde, ele poderá entrar em contato com o Sindicato e nós vamos fazer valer o decreto de setembro de 2011 e os direitos dos servidores”, argumenta o diretor do departamento de Segurança e Medicina do Trabalho do Sindicato, Gaspar Marcelino.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui