Sindicato participa de homenagem a GCMs em processo de aposentadoria

0
90

Cerimônia aconteceu na sede da Guarda e reuniu agentes, autoridades do município e convidados

 

A superintendência da Guarda Civil Municipal (GCM) de Ribeirão Preto realizou na manhã da última quarta-feira (12), solenidade para agradecer pelos trabalhos e homenagear cinco oficiais que partem agora para a aposentadoria. O Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis também esteve no evento prestando honras aos agentes.

Após anos de intenso trabalho dentro da GCM, os guardas Antônia, Cardoso, Euneide, Lúcia e Valter – nomes de guerra – encerraram suas carreiras dentro do serviço público. A cerimônia que marcou o início da aposentadoria dos agentes aconteceu na sede da entidade e reuniu companheiros de corporação, autoridades e convidados.

“Acredito que falo em nome de toda a população quando digo a esses valorosos agentes ‘muito obrigado’ por toda competência e dedicação à farda. A Guarda muito se orgulha de profissionais exemplares como eles”, destacou Varldir Avelino, Diretor de Sindicalização do Sindicato e também GCM.

matéria2

Os cinco agentes deixam a corporação com um histórico marcado pela boa atuação, o respeito ao cidadão e trabalho exemplar à frente do patrimônio do município.

“O trabalho da Guarda é vital para o município e o trabalho realizado por estes bravos guerreiros durante todos esses anos com certeza fez muita diferença e impactou positivamente a vida de toda a comunidade”, afirmou em seu discurso o presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto.

matéria1

 

Redução do efetivo

Com as aposentadorias o efetivo da Guarda passa a ser de 209 agentes, número que não atende de forma suficiente a demanda de uma cidade do porte de Ribeirão Preto, que já ultrapassa os 600 mil habitantes. Para atender as necessidades do município em termos de segurança, é necessário que haja a contratação de novos agentes e, principalmente, a criação políticas públicas voltadas ao tema.

Atualmente existe um concurso em aberto na Guarda Civil Municipal com mais de 80 pessoas aprovadas, porém a administração municipal parece resistir ao curso natural dos fatos e evitado a todo custo o chamamento desses candidatos. Prova disso é abertura de uma licitação para a contratação de uma empresa de segurança terceirizada por um valor que ultrapassa R$ 1,7 milhão.

“A decisão mais correta seria utilizar valor de R$ 1.726.766,52 (custo estimado da licitação em um ano) para a contratação dos aprovados no concurso. Isso aumentaria o efetivo da GCM, hoje extremamente deficitário, e garantiria uma melhor segurança de todos os dos prédios públicos e do maior patrimônio de Ribeirão Preto, que é a vida das pessoas”, argumentou o coordenador da Seccional da GCM do Sindicato, Ricardo Palaveri.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui