Sindicato elege três Delegados na Conferência Municipal de Saúde

0
126

O Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto participou neste final de semana, de 26 a 28 de junho, da 9ª Conferência Municipal de Saúde, o tema do encontro deste ano foi “Saúde Pública de qualidade para cuidar bem das pessoas: Direito do Povo Brasileiro”. O debate democrático que uniu profissionais da saúde, prestadores de serviços e usuários, aconteceu no auditório da Universidade UNIP de Ribeirão. Na ocasião, três diretores da entidade foram eleitos Delegados no segmento trabalhadores para a próxima conferência – Conferência Municipal – que acontece nos dias 14 e 15 de julho, também na UNIP. Ao todo, 44 Delegados foram eleitos representando, além dos trabalhadores, também usuários e gestores.

O resultado final dos três dias de conferência foi um relatório com aproximadamente 130 propostas que agora serão encaminhadas para as próximas conferências.

A etapa estadual será nos dias 22, 23 e 24 de julho em São Paulo e a nacional está marcada para dezembro em Brasília. Os três eleitos da entidade que representa os trabalhadores foram: Giovani Martins, Célio Aparecido Faria Costa e o Vereador André Luiz da Silva.

Para eles, existe uma satisfação notória em colaborar na construção de um formato mais digno do Sistema Único de Saúde. “O Delegado tem poder de voto e de fala dentro das conferências, isso é muito importante. Todos nós vamos analisar com muita cautela todas as propostas discutidas durante as pré-conferências que ocorreram no mês passado em todos os distritos de Ribeirão. Temos que ter um olhar crítico e selecionar sempre o que é melhor pro usuário para, assim, encaminharmos as propostas que cabem também nas esferas, Estadual e Federal. É uma grande responsabilidade, mas estamos preparados pro desafio”. Comentou Célio logo após a eleição dos Delegados.

O vice-presidente do SSMRP, Nelson Barbosa, compôs a mesa de abertura do evento ao lado de outros representantes.

Para Barbosa, o evento que acontece a cada quatro anos é uma “grande oportunidade para buscar mais valorização aos profissionais da saúde”. Ele também destacou a importância da participação da população nas conferências. “Estamos aqui para discutir como anda a situação da saúde pública em nosso município, além disso, nosso papel também é levantar problemas e, sobretudo, propor soluções. O atendimento de qualidade é um direito de todo cidadão e nós sabemos que para alcançar esse bom atendimento temos que nos embasar em diretrizes democráticas. Aqui o cidadão tem voz”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui