Sindicato acompanha o andamento dos itens, não econômicos, aprovados na data-base: CLU, SASSOM, IPM, MEDICINA e SEGURANÇA DO TRABALHO, foram os primeiros avaliados

0
150

A manhã de quinta-feira, 24 de abril de 2014, foi marcada por grandes avanços nos itens aprovados da pauta de reivindicações desta data-base de 2014. O vice-presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Laerte Carlos Augusto, se reuniu na Prefeitura Municipal com o secretário de governo, Osvaldo Ceoldo e, outros membros da administração, para definir o plano de ação dos itens, não econômicos, que foram conquistados pelos trabalhadores na data-base desse ano. Divididos em três reuniões, os assuntos tratados foram sobre a Coordenadoria de Limpeza Urbana, Sassom, IPM e do Departamento de Medicina e Segurança do Trabalho. Separamos alguns pontos principais do que foi amplamente discutido com o governo.

Coordenadoria de Limpeza Urbana

Um dos assuntos importantes desta secretaria é a compra de novos veículos e equipamentos para a Coordenadoria de Limpeza Urbana e a reforma das instalações da sede do local que fica na rua João Bim. É preciso a construção de vestiários, banheiros e refeitório para melhoria das condições de trabalho da equipe. Acontece que a situação estava tão incômoda aos trabalhadores que a Diretoria do Sindicato resolveu não esperar a primeira reunião e, há uma semana, foi direto à Coordenadoria cobrar da secretária uma atitude. A situação constatada foi de abandono e precariedade, assim como os servidores relataram. Isabel de Farias, secretária da pasta, se comprometeu a resolver o problema em 30 dias.

Sassom e IPM

– Cumprimento do acordo coletivo de 2012 sobre o pagamento do plano de carreira para todos os aposentados e pensionistas, tendo em vista que 119 servidores aposentados e pensionistas, que obtiveram suas aposentadorias através da emenda Constitucional 41, deixaram de ser inclusos no PCCS;

– Que o teto da Cesta Nutricional seja reajustado acima do índice da inflação, a fim de evitar o achatamento e a diminuição dos beneficiários;

– Que seja reajustado o valor do “teto” da Cesta Nutricional em 15%;

– Regularização do pagamento do Casem, conforme as reiteradas decisões judiciais;

– Que o IPM seja comandado por funcionário de carreira;

– Que o atendimento da recepção do Instituto de Previdência possa ter privacidade no acolhimento;

– Contratação de servidores por meio de concurso público para todos os cargos do Sassom e IPM;

– Criação de um Conselho Fiscal para o Sassom;

Medicina e Segurança do Trabalho

– Adequação e contratação de recursos humanos, tais como: Engenheiros de Segurança do Trabalho e Técnicos de Segurança do Trabalho para a Divisão de Medicina e Segurança do Trabalho;

 – Mudança e adequação do imóvel da Divisão de Medicina e Segurança do Trabalho;

– Aquisição de equipamentos de medição de ruído, calor e outros para Divisão de Medicina e Segurança do Trabalho;

– Que as despesas médicas provenientes de acidentes do trabalho ou doenças ocupacionais sejam de responsabilidade exclusiva do empregador;

– Cumprimento do acordo coletivo de 2.011, que definiu a criação de Comissões Internas de Prevenção de Acidentes do Trabalho (CIPAS) por Distritos de Saúde da SMS, conforme Portaria MT Nº 08, de 23/02/1999;

– Que sejam realizados os exames médicos previstos na NR Nº 07, da Portaria MT Nº 24, de 29/12/1994;

– Cumprimento da norma que determina a alta médica antes do retorno às atividades laborais do servidor afastado por licença-saúde;

– Cumprimento da NR 07, da Portaria MT 24, de 29/12/1994, que determina a emissão de ATESTADO DE SAÚDE OCUPACIONAL para os casos de readaptação;

– Criação de legislação tipificando acidente de trabalho no âmbito municipal;

– Que seja feita uma cartilha para todas as secretarias com informações de preenchimento de CATs (Comunicados de Acidentes de Trabalho) e esclarecimentos sobre acidentes do trabalho;

– Que as readaptações médicas sejam publicadas no Diário Oficial do Município (com sua nova função);

– Cumprimento da Legislação relativa a realização dos exames médicos periódicos;

– Que as penalidades de advertência, repreensão e de suspensão tenham seus registros cancelados após o decurso de prazo de 2 (dois) anos para as duas primeiras, e de 4 (quatro) anos para a última, se o servidor não houver, nesse período, praticado nova infração disciplinar;

Confira abaixo a lista completa de todas as reuniões

Dia 24 de Abril – Coordenadoria de Limpeza Urbana – às 10 horas

Dia 24 de Abril – Sassom e IPM – às 10:30 horas

Dia 24 de Abril – Medicina e Segurança do Trabalho – às 11 horas

______________________________________________

Dia 25 de Abril – Casa Civil e Administração – às 10 horas

Dia 25 de Abril – Semas – às 10:30 horas

Dia 25 de Abril – Saúde – às 11 horas

______________________________________________

Dia 29 de Abril – Jurídico – às 10 horas

Dia 29 de Abril – Educação – às 10:30 horas

______________________________________________

Dia 30 de Abril – Fazenda e Administração – às 10 horas

Dia 30 de Abril – Guarda Civil Municipal – às 11 horas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui