Avanços: Sindicato realiza em Pradópolis sua primeira assembleia de data-base

0
124

Os trabalhadores chegaram à sede do Sindicato dos Servidores Municipais de Pradópolis para a primeira assembleia realizada na cidade no final da tarde de segunda-feira, 28 de abril. Uma vitória para os trabalhadores, que ouviram atentos a contraproposta enviada pelo Prefeito Municipal, Aldair Cândido de Souza, em resposta à pauta de reivindicações da data-base 2014, entregue pelo Sindicato na prefeitura, no dia 16 de abril. O governo propôs um reajuste salarial de 5,58% e o mesmo valor percentual também seria aplicado no vale alimentação que, nesse caso, passaria de R$450,00 para R$475,20. Estes foram os pontos econômicos destacados e colocados em votação durante a assembleia. O reajuste salarial foi aprovado pela maioria, mas, em relação à proposta do vale alimentação, os trabalhadores decidiram que ela deve ser novamente discutida com o governo, para que se chegue ao valor de, pelo menos, R$500,00.

Com a decisão, o Sindicato dos Servidores Municipais deve se reunir, o mais breve possível, com o prefeito para expor os anseios dos trabalhadores sobre o vale alimentação e, assim, chegar a um acordo final. “Hoje foi um dia histórico para Pradópolis, realizamos nossa primeira assembleia com os trabalhadores. Eles estão entendendo a proposta do nosso trabalho. O fato deles não aceitarem o valor do vale alimentação e pedirem uma revisão nessa proposta, já é um indício de que as coisas estão caminhando bem e, que eles perceberam que, juntos, somos mais fortes. Ainda teremos muitos avanços e conquistas para os servidores desta cidade”, destacou o diretor de sindicalização, Valdir Avelino.

Além dos itens econômicos, assuntos gerais da pauta de reivindicações também foram tratados na assembleia. O governo atendeu grande parte das necessidades dos trabalhadores; algumas situações eram emergenciais e já foram conquistadas, como o caso do EPI – equipamento de proteção individual – por exemplo. Os servidores confirmaram que o prefeito atendeu ao pedido do Sindicato e comprou os equipamentos necessários para que o trabalhador opere suas funções de maneira segura. “Eles já estão distribuindo luvas, protetores auriculares, tudo… Só estamos tendo problemas com a numeração das botas, faltam algumas numerações, mas eles [prefeitura] dizem que outros pedidos já foram feitos e que logo chegará”, disse um dos servidores durante a leitura do item sobre os EPI’s.

“Os trabalhadores de Pradópolis deram uma demonstração de consciência política e senso crítico. Aceitaram a correção salarial de 5,58%, pois compreenderam as ponderações da prefeitura no tocante ao orçamento da cidade, mas, por outro lado, sabem que o vale alimentação pode ser um pouco melhor, posto que sobre o mesmo não pesam determinados encargos que existem em relação aos salários. Por isso, procuraremos o Prefeito e esperamos conseguir um vale alimentação mais condizente com os anseios dos trabalhadores”< argumenta o presidente do Sindicato, Wagner Rodrigues.

 

 

 

Outras conquistas

 

Realização de um concurso público na área da educação. Também será feito um estudo de impacto financeiro para que novos concursos aconteçam em áreas administrativas;

Contratação de uma empresa para desenvolver trabalhos na área de Medicina e Segurança do Trabalho;

Estudo para começar a reforma no Almoxarifado Público e estocagem maior de materiais

Licitação para a compra de pneus para a frota municipal de veículos e máquinas

Reforma completa do prédio do Centro Municipal “Januário Theodoro de Souza” e instalação de aparelhos de ar condicionado

Exames de saúde, periódicos, para os servidores

Aquisição de tacógrafos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui