Muita sujeira: Servidores Cruzam os braços na Secretaria de Administração

0
126

Os servidores da Secretaria de Administração, com o apoio do Sindicato, cruzaram os braços na manhã desta terça-feira por falta de limpeza e de alguns equipamentos básicos de trabalho. As atividades na Secretaria foram paralisadas por duas horas.

O principal problema apontado pelos trabalhadores foi a falta de limpeza no prédio. De acordo com os servidores, as funcionárias, de uma empresa terceirizada, não comparecem no local há mais de uma semana. A entidade que representa os servidores constatou a sujeira no prédio e, principalmente, nos banheiros.

“É um grande absurdo. Eu tive que limpar o banheiro, pois não havia a mínima condição de uso. Minha outra opção era utilizar o banheiro de um supermercado que fica a mais de três quarteirões daqui. Limpei porque não suportava mais”, relata uma servidora da pasta.

Os servidores também relataram a falta de alguns equipamentos básicos de trabalho, como toner, máscaras e luvas para serviços no arquivo, que é todo empoeirado, e até café.

“Simplesmente inaceitável a situação dos servidores. Os banheiros estavam nojentos e os servidores é que estão limpando, inclusive o chão das salas”, relata o coordenador da Seccional da FAP, Wellington Bellinazzi.

Secretário apareceu

Com mais de uma hora de paralisação, o secretário da Administração, Marco Antonio, apareceu para conversar com os servidores e com o Sindicato. A conversa começou tensa, com uma servidora sugerindo que o secretário fizesse a limpeza dos banheiros. Marco Antonio retrucou dizendo que não era função dele. A servidora mais uma vez se posicionou dizendo que também não era função daqueles servidores, mas que a responsabilidade da limpeza do prédio era sim do secretário. Marco Antonio afirmou que sabia que existia um atraso no pagamento da empresa, mas afirmou que desconhecia a gravidade do problema.

Depois de mais de 30 minutos de conversa, os secretário da pasta confirmou que o problema seria resolvido até a metade do dia. Ainda quando os servidores estavam do lado de fora da Secretaria, um veículo oficial saiu para buscar uma trabalhadora da área da limpeza.

O secretário também afirmou que os produtos que estão em falta serão comprados.

“A promessa foi de resolver o problema. No entanto, o Sindicato vai continuar acompanhando de perto a situação para que os servidores não sejam prejudicados”, finaliza o vice-presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui