CTB aposta na negociação para combater o PL da Terceirização

0
141

A CTB e as demais centrais sindicais se reuniram nesta segunda-feira (5), em Brasília, com representantes do governo federal, do empresariado e do Congresso Nacional para discutir o Projeto de Lei (PL) 4330/2004, a respeito da terceirização no país. Para Joílson Cardoso, secretário de Política Institucional e Relações Sindicais da CTB, o encontro não surtiu o efeito esperado, pois a esperada negociação entre os quatro setores envolvidos não aconteceu.

“A CTB segue apostando na negociação, mas até agora isso não houve. O governo apresentou uma proposta completa, no intuito de substituir o PL 4330, mas essa proposta só contempla os interesses dos empresários e do Congresso, deixando de lado o que pensa a classe trabalhadora”, afirmou.

Diante desse impasse, a CTB manifestou a intenção de prolongar as negociações em torno da mesa quatripartite, mas o governo, os empresários e os parlamentares decidiram que haverá somente mais uma reunião, na próxima segunda-feira (12), para finalizar os detalhes da proposta que será levada ao plenário ainda na semana que vem.

“Mantido esse relatório, dificilmente a CTB o assinará, pois não houve negociação”, afirma o dirigente cetebista, citando três elementos que inviabilizam o texto apresentado pelo governo: “Essa proposta destrói o ordenamento jurídico brasileiro, pois permite que todos os trabalhadores se tornem terceirizados e que tenham seus salários reduzidos. Além disso, seria uma verdadeira democratização da morte, pois de cada dez mortes por acidentes de trabalho, oito ocorrem com terceirizados”, afirmou.

Portal CTB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui