SINDICATO VAI COMBATER DESATRIBUIÇÃO DE AULAS

0
974

A Secretaria Municipal da Educação está promovendo mais um ataque à Educação Pública, tentando retirar aulas devidamente atribuídas a uma série de professores da rede municipal.

Um absurdo que será combatido pelo SSMRPGP, visto que a medida do SME resulta em redução de vencimentos de professores que seguem trabalhando e ministrando aulas remotamente. É inadmissível que a prefeitura tente reduzir salários de trabalhadores da educação em plena pandemia.

A “desatribuição das aulas de acompanhamento”, a partir de 01 de julho, foi anunciada na sexta-feira, 3, pela SME. Imediatamente, o SSMRPGP procurou a Secretaria Municipal da Educação com o objetivo de reverter tal medida, sem sucesso!

Em busca de resguardar o direito dos professores, o Sindicato irá combater esse ataque da SME na Justiça, buscando reparar o dano imposto aos professores que tiveram tais aulas desatribuídas.

Por isso, o Departamento Jurídico do Sindicato orienta que, para a interposição das ações judiciais, o professor deverá apresentar, além dos documentos pessoais, o documento da atribuição das aulas de acompanhamento do ano letivo de 2020, bem como todos os holerites, desde o primeiro pagamento, que demonstrem o recebimento dessas horas aulas, além da comprovação da perda ou retirada dessas aulas.

Os atendimentos serão agendados pelo Departamento Jurídico, pelos telefones 3610-3833 e 3636-7588, de segunda a sexta, das 9h00 às 13hs.

Ribeirão Preto, 6 de julho de 2020. Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui