Sindicato se reúne com lideranças da Nova Central Sindical de Trabalhadores

0
101

Na manhã desta quarta-feira, 1º de junho, o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Wagner Rodrigues, acompanhado da Diretoria Atuante da entidade, se reuniu com lideres da Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST), entre eles, o Presidente Estadual, Luiz Gonçalves. O encontro foi para discutir o cenário atual do país e até onde essa realidade ameaça os direitos dos trabalhadores.

Segundo Gonçalves, os direitos dos trabalhadores “estão em risco permanentemente” e, sendo assim, o grupo da NCST esteve na região para visitar entidades filiadas com o objetivo de fortalecer e desenvolver os movimentos sindicais regionais e, assim, elaborar políticas públicas eficazes na luta e nas defesas dos interesses da classe trabalhadora. O que ele descreveu como “manter a trincheira”.

Luiz Gonçalves, Presidente Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST)

Entre as maiores preocupações narradas pelo representante da Nova Central, está o Projeto de Lei Complementar – PLP 257/16, que prevê alterações na Lei de Responsabilidade Fiscal para aprofundar as restrições em relação aos servidores da União, dos estados, do DF e municípios, e impõe uma série de exigências fiscais como condição para adesão ao plano de auxílio aos estados e ao Distrito Federal.

“O PLP é muito prejudicial aos funcionários públicos e ao conjunto da classe trabalhadora, vai ser ruim para o servidor público e muito pior para o povo que depende do serviço público na questão da educação, saúde, lazer e saneamento básico”, disse Gonçalves. Ele ainda reforça que já existe um arrocho salarial e falta de contratações no serviço público.

O Presidente Wagner Rodrigues também demonstrou a mesma preocupação com os efeitos devastadores do PLP 257/16 e falou ainda sobre a grande contribuição que o Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto oferece em discussões e formalizações de projetos de políticas públicas de vão de encontro a projetos como esses. “Compartilhamos dos mesmos objetivos, que é defender os direitos da classe trabalhadora. É preciso potencializar essa luta em nossa região, no estado de são Paulo e também em todo Brasil para impedir prejuízos como esse projeto encaminhado ao Congresso que pretende alterar a Lei de Responsabilidade Fiscal. É preciso unidade em momentos como esses”, se posicionou Rodrigues.

FTM e Palácio do Servidor

Os líderes da Nova Central também visitaram a sede da FTM – Federação dos Sindicatos de Trabalhadores Públicos Municipais do Estado de São Paulo – onde foram recebidos pelo Presidente Nelson Barbosa.

A visita a Ribeirão Preto também incluiu a participação do grupo na cerimônia de entrega da primeira fase de ampliação e modernização da sede do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto – Palácio do Servidor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui