Sindicato se reúne com Daerp para cobrar condições de trabalho e vacina para servidores

0
277

O Sindicato dos Servidores Municipais tem seguido uma rígida agenda de conversas com os secretários e superintendentes do município para garantir a todos os trabalhadores que estão atuando na linha de frente no combate à Covid-19 condições seguras de trabalho,  equipamentos de proteção, a testagem regular e a garantia da imunização.

Nós já estivemos reunidos com a Assistência Social, Saúde e oficiamos também a Guarda Civil Metropolitana acerca desse tema. O encontro mais recente aconteceu na última quinta-feira (11) com a equipe gestora do Departamento de Água e Esgoto (Daerp), onde mais uma vez a entidade reforçou a necessidade de manter os trabalhadores seguros e a urgência de se providenciar vacinas para todos.

O aumento no número de casos de Covid em Ribeirão Preto tem gerado apreensão nos trabalhadores que atuam nos serviços essenciais do município. Em contato diário e direto com a população, esses servidores têm encarado de frente o caos trazido pelo vírus e arriscado as próprias vidas na execução das suas funções.

No Daerp esse risco é multiplicado, já que são centenas de trabalhadores nos postos, executando atividades que, em sua maioria, não permitem o distanciamento social. “Os trabalhadores estão com medo, principalmente por conta da situação crítica em que o município se encontra em relação à Covid. Eles pedem, e precisam, que as medidas de segurança adotadas pela autarquia sejam revistas e reforçadas”, explicou o coordenador da Seccional do Daerp, Jorge Ferreira.

Em contato direto com a população e com as mais variadas situações de exposição, os trabalhadores do Daerp precisam ser protegidos de forma condizente com as circunstâncias que enfrentam diariamente.

“Os servidores do Daerp, além de um serviço de excelência, prestam um serviço essencial para nossa cidade. A importância do trabalho que eles executam para nossa população é muito grande, então é preciso priorizar a segurança desses trabalhadores, para que eles possam se sentir tranquilos para executar as tarefas na rua”, esclareceu o presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto.

Para o Sindicato, sendo o serviço prestado pelo Daerp essencial, é preciso considerar os trabalhadores da autarquia como linha de frente e, inclusive, incluí-los como prioridade na fila da vacina.

“Sabemos que a vacina não resolverá todos os problemas, mas dará mais segurança para os trabalhadores que estão diariamente expostos nas ruas. Além disso, estamos cobrando da autarquia que não falte o fornecimento de equipamentos de segurança de uso contínuo e também que possa ser elaborado um plano de ação eficaz que garante que os servidores estejam protegidos nessa onda de aumento de casos”, finalizou Laerte.

Veja abaixo a entrevista completa do presidente do Sindicato sobre a reunião.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui