Sindicato quer parceria para criação de moradias populares para servidores

0
125

O Sindicato dos Servidores Municipais vai buscar junto à prefeitura de Ribeirão Preto uma parceria para a construção de moradias populares para os servidores.
A ideia da criação de um programa de moradia popular surgiu de uma reunião entre Sindicato e servidores. A entidade que representa a categoria foi procurada por dois servidores municipais que identificaram a necessidade da criação de um programa de moradia para servidores de baixa renda.
“Conversando com vários servidores e fazendo um levantamento superficial, notamos que muitos trabalhadores ainda não possuem a tão sonhada casa própria. Muitos vivem de aluguel e outros em condições precárias em comunidades sem infraestrutura. Sabemos que existem alguns programas do governo federal, mas são programas voltados para um poder aquisitivo maior, com prestações que não cabem no bolso do servidor. Queremos algo diferenciado, que atenda a nossa categoria com valores mais acessíveis de prestações”, relata o servidor, Carlos Henrique Balduíno.
“Eu sou aposentada, e graças a Deus e muito trabalho tenho a minha casa. Infelizmente pude notar que muitos servidores, até mesmo alguns amigos, não possuem a sua casa. Seria muito importante a prefeitura pensar nos trabalhadores e criar algo dentro das possibilidades de pagamento dos servidores”, alerta a aposentada, Sonia Barbosa Bracioli.
De acordo com o Sindicato, a necessidade de se criar um programa de moradia popular para os servidores é algo que já havia sido identificado pela entidade.
“Já há um bom tempo identificamos a falta de moradia própria entre servidores. O Departamento Social do Sindicato tem um levantamento prévio e, infelizmente, o problema é grave. Muitos servidores não têm casa própria e precisamos contribuir para mudar este cenário. Temos alguns números e vamos aprofundar ainda mais nossos levantamentos. Agora vamos contar com a ajuda desses servidores que nos procuraram para tentar trazer mais dignidade para a categoria. Vamos procurar o governo municipal e buscar alternativas para solucionar este problema. A Diretoria Atuante tem sido vitoriosa ao longo de sua trajetória, conquistamos muito, mas sabemos que é possível dar condições melhores para os trabalhadores, principalmente no campo do social. Para o Sindicato, ter a casa própria, não se trata de uma condição, é um direito do servidor. Vamos lutar até o fim para garantir esse direito”, afirma a secretária geral do Sindicato, Jacira Campelo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui