Sindicato, FTM e CTB representadas em encontro da UIS na Itália

0
112

A União Internacional Sindical dos Serviços Públicos realizou nesse dia 12 de junho em Roma, Itália, um ato em comemoração ao 70º aniversário da Federação Sindical Mundial. O evento contou com a presença da direção da UIS – Serviços Públicos eleita no 12º Congresso em fevereiro na cidade de Katmandu, no Nepal.

O Presidente Artur Siqueira abriu o ato e pediu à plenária que respeitasse um minuto de silencio pelas mortes de sindicalistas servidores público no terremoto que assolou o Nepal, a sede do último Congresso.

O Secretário Geral da UIS – Serviços Público Pierpaolo Leonardi que também é Coordenador Nacional da USB – União Sindical de Base, anfitriã do evento, disse que a Itália passa por momentos de dificuldade pela crise financeira mundial, porém a Itália e a FSM deve-se orgulhar, pois a grande maioria dos movimentos sindicais estão representados pela FSM. Ainda para o presidente da UIS Serviços Públicos, a FSM tem sido e vai continuar a ser solidária a luta da classe trabalhadora contra os ataques do imperialismo americano. “A FSM continuará a intervir com seus princípios de classe e de massas, na situação política, econômica e social mundial, sempre com o objetivo da ruptura com o sistema capitalista e suas ações políticas de exploração e empobrecimento”.

O Brasil representado pelo Sindicato

Wagner Rodrigues, presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis e da Federação dos Sindicatos Trabalhadores Públicos do Estado de São Paulo (FTM SP), que assumiu o cargo de vice-presidente da UIS – Serviços Públicos na América Latina e Caribe, também participou do Ato em comemoração aos 70ª anos da FSM. “Comemorar a fundação de uma Federação em nível mundial, que cuida dos interesses dos trabalhadores desde 1945 e está sempre focada contra qualquer tipo de exploração laboral em busca de uma sociedade socialista é motivo de orgulho. Agora temos um compromisso com a classe trabalhadora, principalmente com os nossos servidores públicos da América Latina e Caribe que estão sofrendo com as barbaridades do capital em meio à crise financeira que nos assola desde a década passada”.

A secretária geral do Sindicato e vice-presidente da CTB São Paulo, Jacira Campelo, também participou do evento. “Precisamos organizar a classe trabalhadora feminina, pois o serviço público mundial não é mais dominado apenas pelo os homens. As mulheres avançam cada vez mais nas posições de destaques nessa luta”.

Foto de FTMSP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui