Sindicato encaminha ofícios para o DAERP cobrando a contratação de Engenheiro e Técnico de Segurança do Trabalho e a aplicação do PCMSO

0
206

O Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto encaminhou nesta segunda-feira, dia 21 de setembro, dois ofícios ao superintendente do DAERP, Marco Antonio dos Santos, cobrando o chamamento imediato de Engenheiro e Técnico de Segurança do Trabalho, de acordo com o concurso que foi realizado em 2013 e está em aberto, e a aplicação do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO).

 Segurança dos Trabalhadores

 De acordo com o que foi apurado pelo Sindicato, há anos a autarquia trabalha apenas com um técnico de segurança do trabalho. A entidade que representa a categoria ainda pôde apurar que a lei diz que é necessário pelo menos três técnicos e um engenheiro de segurança do trabalho para atender a demanda do DAERP, que hoje possui cerce de 900 funcionários.

 “É preciso chamar os profissionais urgentemente. Há anos o DAERP está trabalhando com apenas um técnico de segurança do trabalho. A falta destes profissionais coloca em risco a vida dos demais servidores da autarquia. É essencial o chamamento destes profissionais para que os trabalhadores tenham mais segurança para realizarem suas funções. Não podemos aceitar que a vida dos funcionários do DAERP seja colocada em risco, pois existe um concurso, realizado em 2013, que está em aberto, basta chamar os profissionais”, argumenta o diretor do Sindicato, Marcelo Ribeiro de Lima.

 “O concurso está em aberto e estamos encaminhando para a superintendência do DAERP um ofício cobrando o chamamento dos profissionais. Muitos servidores realizam funções de risco e há a necessidade do acompanhamento do engenheiro e do técnico de segurança do trabalho para garantirem a integridade física dos servidores. Neste documento estamos cobrando a contratação imediata destes profissionais da segurança do trabalho. Espero que em breve o problema seja resolvido”, diz o presidente do Sindicato, Wagner Rodrigues.

 Aplicação do PCMSO 

O Sindicato dos Servidores Municipais protocolou também um ofício no Departamento de Água e Esgoto de Ribeirão Preto (DAERP) cobrando a implantação do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional. A criação do PCMSO foi acordado na data-base deste ano, porém, aplicação efetiva ainda não aconteceu.

 “O trabalhador saudável produz mais e melhor. Cuidar efetivamente da saúde dos servidores representará um melhor serviço prestado ao povo de Ribeirão Preto. O trabalhador com a saúde em boas condições não se afasta do serviço e ele rende mais no seu dia a dia. É de suma importância valorizar o servidor cuidando da saúde dele. Queremos saber como está o andamento da implantação do Programa e quando os servidores efetivamente estarão utilizando-o. É importante cuidar do servidor”, afirma o vice-presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto.

 “A Saúde dos Servidores tem de ser tratada como prioridade. O Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional contribuirá muito para a saúde dos trabalhadores. Precisamos que o DAERP cumpra com o que foi acordado e implante efetivamente o Programa”, ressalta o diretor do Sindicato, Marcelo Ribeiro de Lima.

Confira abaixo os dois ofícios encaminhados para o DAERP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui