Sindicato apoia luta dos servidores e estudantes da USP

0
127

O Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis esteve nesta semana no movimento grevista dos trabalhadores da Universidade de São Paulo – USP. A greve dos servidores da USP já passou de 100 dias. “É um movimento legítimo. Os trabalhadores da USP estão de parabéns pela luta, empenho e, principalmente, pela resistência. Conhecemos muito bem as dificuldades de uma greve e, por isso, o movimento tem todo o nosso apoio. Não é nada fácil manter uma luta árdua como essa, que já dura vários meses. Hoje, estivemos no movimento, fizemos uma fala para os trabalhadores e nos colocamos à disposição dos servidores para a luta “, diz o vice-presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto.

“A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) está ao lado dos servidores públicos e estudantes da USP, que têm mostrado muita determinação na manutenção da luta. A greve é um instrumento de reivindicação e resistência dos trabalhadores e o que a legitima é a irresponsabilidade administrativa dos sucessivos gestores, que buscam colocar sobre os ombros daqueles que constroem a maior e mais importante Universidade da América Latina a responsabilidade pelo caos financeiro da instituição. Os mais de 100 dias de greve mostram que os servidores não suportam mais serem tratados com desrespeito e descaso. A luta está mantida e a CTB está, como sempre, do lado dos servidores e de todos comprometidos com a educação pública e a autonomia universitária”, comenta o coordenador de Imprensa e Comunicação da CTB-SP e Diretor de Comunicação e Educação do Sindicato dos Servidores Municipais, Prof. Donizeti Aparecido Barbosa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui