Servidores reivindicam 15,89% de reajuste salarial – VEJA A PAUTA

0
232

Os servidores municipais aprovaram na noite desta quinta-feira, dia 25 de fevereiro, a pauta de reivindicações da data base 2010. Além de índices econômicos e gerais, foram aprovadas reivindicações setoriais. Ao todo são mais de 150 itens aprovados. A pauta foi elaborada com base nas visitas aos mais de 180 locais de trabalhos realizadas durante todo o mês. Sobre o índice econômico, os servidores reivindicam 15,89% de reajuste salarial, referentes às perdas salariais do exercício de 2009, no percentual de 4,31%, observando-se o índice IPCA, cumprimento do acordo de 2009, referente aos 2% que deveria ser destinado ao pagamento do seguro de vida e aumento real, no percentual de 9,58%, totalizando o percentual de 15,89%, a ser aplicado aos vencimentos mensais integrais a partir de 1° de Março de 2010. O mesmo índice é reivindicado para o Vale-Alimentação, retroativo a 1° março de 2010.
Além disso, os servidores reivindicam uma reestruturação da tabela de vencimentos; criação de Legislação específica para pagamento das Licenças-Prêmio vincendas em pecúnia, ou mediante compensação de dívidas municipais, conforme Projeto de Lei elaborado pelo Sindicato, devidamente protocolado junto à Secretaria de Governo em Março de 2006, alterando assim o artigo 167 da Lei 3.181/76 do Estatuto dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto; cumprimento do acordo coletivo de 2009 para pagamento das Licenças-Prêmio vencidas, conforme projeto de lei elaborada pelo Sindicato, devidamente protocolado junto à Secretaria de Governo em Março de 2005; extensão do pagamento da cesta básica nutricional para todos os aposentados e pensionistas; aumento do valor da cesta básica nutricional; e instituição do Vale Cultura.
Entrega da pauta no Palácio
A diretoria Atuante do Sindicato entregará a pauta de reivindicações ao Governo Municipal nesta sexta-feira, às 14 horas, no Palácio do Rio Branco.
Unidade na luta
O presidente do Sindicato, Wagner Rodrigues, enalteceu a grande presença de trabalhadores na assembléia. “Isso mostra que os trabalhadores estão preocupados e querem melhorias de salários e qualidade no serviço público”, disse. Wagner também ressaltou a importância dos trabalhadores permanecerem unidos para a conquista dos itens reivindicados. “Nós temos que mostrar essa força e união, só assim conseguiremos avançar nessa negociação”.
Possibilidade de greve
O presidente do Sindicato também não descartou a possibilidade de greve da categoria. “Sentimos um descontentamento geral dos trabalhadores. Muitas promessas foram feitas e até agora não cumpridas. O trabalhador está disposto a greve, principalmente se a prefeitura conceder aumento diferenciado na categoria. Isso já foi sinalizado pela administração que está propensa a tratar os médicos da rede municipal de forma diferenciada. Entendemos que os médicos merecem aumento, mas os demais trabalhadores também. Essa diferenciação não podemos aceitar. Outro ponto importante é com relação ao Plano de Cargos, Carreira e Salários. Não há como adiar. Tem de ser implantado agora”, finalizou o presidente.

CONFIRA A PAUTA NA ÍNTEGRA

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES
DATA BASE 1º DE MARÇO DE 2010

O Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, com sede à Rua XI de Agosto nº 361, neste ato representado por seu Presidente Wagner de Souza Rodrigues e Diretores, apresenta à Excelentíssima Prefeita Municipal de Ribeirão Preto, Sr.ª Darcy Vera, a presente Pauta de Reivindicações, inclusive para o reajuste salarial anual obrigatório (inciso X do artigo 37 da Constituição Federal) dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto.

ITENS ECONÔMICOS

1 – Reposição das perdas salariais do exercício de 2009, no percentual de 4,31%, observando-se o índice IPCA, cumprimento do acordo de 2009, referente aos 2% que deveria ser destinado ao pagamento do seguro de vida e aumento real, no percentual de 9,58%, totalizando o percentual de 15,89%, a ser aplicado aos vencimentos mensais integrais a partir de 1° de Março de 20

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui