Saúde: Greve inicia com participação maciça dos trabalhadores

0
111

Como foi decidido no dia 28 de janeiro em assembleia, os auxiliares e técnicos de enfermagem, os auxiliares de farmácia e os auxiliares de saúde bucal cruzaram os braços e iniciaram a greve na primeira hora desta segunda-feira, dia 3 de fevereiro, em protesto ao adiamento da redução da carga horária para 30 horas semanais.

Como era prevista pelo Sindicato dos Servidores a adesão ao movimento grevista é maciça. Os atendimentos de urgência e emergência estão sendo mantidos, assim como os 30% previstos em lei.

A implantação da jornada de trabalho de 30 horas semanais faz parte de um acordo firmado entre o Sindicato dos Servidores e o governo municipal. A aplicação da nova jornada deveria ter sido feita a partir do dia 1° de fevereiro, conforme lei municipal aprovada em junho de 2012.

“O governo municipal mais uma vez foi omisso. Existe uma lei municipal em vigor e ela tem de ser cumprida. Sabemos que o secretário da Saúde, Stenio Miranda, classificou como inoportuna a greve dos trabalhadores, mas, quando realmente, inoportuna é a gestão feita por ele na Saúde de Ribeirão. Mais uma vez o governo usa como escudo a Lei de Responsabilidade Fiscal, quando na verdade deveria mostrar o que está sendo feito com o dinheiro arrecadado na cidade. Esse governo assumiu Ribeirão com uma arrecadação de cerca de R$ 900 milhões e hoje possui uma arrecadação de mais de R$ de 2 bilhões. A grande explicação que tem de ser dada é de como esse dinheiro está sendo gasto e de que forma está sendo gasto”, diz o presidente do Sindicato, Wagner Rodrigues.

“Só para comprovar que a Lei de Responsabilidade Fiscal não é o problema para a implantação da jornada de trabalho de 30 horas semanais, o próprio secretário disse em sua entrevista coletiva que fará contratações emergenciais para substituir os servidores em greve. Se ele pode contratar emergencialmente, que faça as contratações necessárias para aplicar as 30 horas e não apenas para substituir o trabalhador que está lutando pelos seus direitos”, finaliza Wagner.

Uma nova assembleia com as categorias será realizada nesta segunda-feira, dia 3 de fevereiro, às 19 horas na sede do Sindicato – Onze de Agosto, 361.

Veja no link abaixo a matéria feita pela EPTV sobre a Greve na Saúde.

http://g1.globo.com/sp/ribeirao-preto-franca/jornal-da-eptv/videos/t/edicoes/v/servidores-da-saude-entram-em-greve-em-ribeirao-preto/3121558/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui