Protesto contra "Sanguessugas": Sindicato monta central de denúncias em frente ao Palácio Rio Branco

0
100

O Sindicato dos Servidores Municipais vai montar na manhã desta terça-feira (a partir das 7 horas), dia 18 de março, uma central de denúncias em frente ao Palácio Rio Branco, para que o servidor possa denunciar quem são e quantos são os “sanguessugas” (comissionados sem vínculo) do serviço público em Ribeirão Preto. A intenção do protesto é identificar e contabilizar o número de comissionados sem vínculo que ocupam cargos na prefeitura da cidade.

“O governo coloca para a imprensa e para a população que a Lei de Responsabilidade Fiscal é o grande problema da cidade. Mas, queremos mostrar que se Ribeirão está na LRF, é por culpa desses sanguessugas que não trabalham e recebem salários altíssimos do município. Outro fator que nos motivou a lançar o Dia Municipal de Caça aos Sanguessugas, é que a administração fala da LRF como se não fosse culpa dela a cidade estar passando por isso, dá a impressão de que a culta é de todo mundo, menos do governo, quando na verdade é somente culpa dele. Vamos montar um barraca, com toda a estrutura necessária para receber dos servidores as denúncias de onde estão e quanto são os sanguessugas. A cada sanguessuga identificado, vamos encher um bexiga, e compramos vários sacos de bexigas”, ressalta o presidente do Sindicato, Wagner Rodrigues.

Várias faixas serão colocadas em frente ao Palácio Rio Branco com frases contra os comissionados sem vínculo. A identidade dos servidores será preservada no momento em que a denúncia for feita.

Central de Denúncia

Além das denúncias que serão feitas pessoalmente em frente ao Palácio Rio Branco, a partir das 7 horas, o Sindicato também montou uma grande estrutura para que o servidor também faça a sua denúncia através do telefone: 3977-8100. Assim como nas denúncias feitas pessoalmente, a identidade dos servidores será preservada.

“A intenção é criar mais um canal para que o servidor faça a sua, ou melhor, as suas denúncias. Sabemos que são muitos os sanguessugas (comissionados sem vínculo) espalhados por toda a administração. Se Ribeirão está com problemas, nós temos a solução: corte dos comissionados sem vínculo”, fala o vice-presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto.

Assim como nas denúncias feitas pessoalmente, o telefone de denúncia (3977-8100) estará funcionando a partir das 7 horas. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui