Por um serviço público de qualidade!

0
102

A Gestão Pública tem como principio administrar os recursos públicos provenientes de impostos, taxas e outras contribuições. Mas, apenas gerir os recursos não define uma gestão pública de qualidade. Conhecer e compreender a máquina pública são fundamentais para um bom desempenho gerencial, político e social das políticas aplicadas nos serviços municipais.

O Sindicato dos Servidores sempre elaborou e indicou propostas afirmativas relacionadas às políticas públicas da cidade. No nosso entendimento, formular e desenvolver o papel critico dos trabalhadores para obter uma gestão pública de qualidade é primordial dentro dessa nova fase do capitalismo, cada vez mais competitivo e concentrador de capital.

Políticas públicas voltadas para a sociedade na forma de atendimento à saúde, social, educacional e de estrutura urbanística são pontos de referência que elevam o patamar de qualidade de vida de toda e qualquer cidade.

A falta de preparo e de compreensão política do que é a gestão pública tem feito com que alguns agentes públicos (secretários) desempenhem papeis insignificantes frente às necessidade da sociedade local e, inclusive, dos trabalhadores que delas dependem, pois é a aplicação dessas políticas públicas que norteiam a execução e o desempenho de suas atividades laborais.

Não é apenas a população que sofre quando uma política pública é definida e aplicada às avessas. O Trabalhador e a trabalhadora públicos serão sempre o ponto de contato dessas políticas com a sociedade e, por isso, serão os primeiros a serem criticados pelos usuários quando as políticas públicas forem ineficientes ou deficitárias.

As Assembleias Setoriais do Sindicato chamaram a atenção para a maturidade e a capacidade de compreensão política da categoria dos servidores municipais, que além de desejar uma correção inflacionária em seus proventos, almeja frear a diminuição do papel dos servidores municipais nas políticas públicas gestadas e aplicadas pela administração municipal.

Sucateamento, falta de diálogo, autoritarismo e políticas evasivas são fatores destrutivos de um serviço público cuja finalidade é atender com qualidade a população da nossa cidade.

Mudança de postura, politicas afirmativas e inclusivas, diminuição dos cargos sem vínculo, ampliação e discussão de planos municipais com vista ao desenvolvimento e crescimento sustentável são fatores positivos que os servidores públicos evidenciaram nas assembleias setoriais, para além das questões econômicas.

A compreensão politica diferenciada dos servidores públicos de Ribeirão Preto espera uma nova postura da administração municipal, a fim de se alcançar um patamar de qualidade superior no conjunto dos serviços públicos municipais, pois esse é, ao lado da valorização dos agentes públicos municipais, o objetivo principal da data base de 2013!

Wagner Rodrigues
Presidente SSMRP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui