Governo mantém postura fechada e Sindicato cria agenda de mobilização

0
37

Data-Base 2019

Sindicato vai realizar semana de mobilização da categoria que terá manifestações e protestos contra a proposta de congelamento de salários da administração.

Diante da postura fechada (e sem diálogo) do Governo Municipal, o Sindicato dos Servidores vai realizar diversos atos de mobilização dos trabalhadores em todas as Secretarias e Autarquias com manifestações e protestos contra a proposta de congelamento de salários feita pela administração na única reunião de negociação ocorrida no dia 14 de março.

O primeiro ato está marcado para a manhã desta terça-feira (26), quando a direção do Sindicato estará no Daerp, da Rua Pernambuco, conversando com os servidores sobre as negociações da data-base, que estão paradas por conta da intransigência do Governo que insiste nas políticas de reajuste zero para a categoria e de precarização do serviço público. Os atos, marcados para o decorrer de toda esta semana, também se estenderão para a Infraestrutura, Assistência Social, Guarda Municipal, Saúde, Cultura, meio Ambiente, Educação e demais Secretarias.

“Agora é a hora dos trabalhadores mostrarem sua força. Vamos para os locais de trabalho conversar com cada servidor e mobilizar a categoria, pois somente assim esse Governo vai entender com quem ele está lidando. Ribeirão cresceu, a população aumento, e na contramão desta realidade os investimentos no serviço público diminuíram drasticamente. O Governo vai ter de entender que somente valorizando a categoria e investindo em condições de trabalho é que Ribeirão vai tornar-se uma cidade melhor”, saliente o presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto.

Carta Aberta na Saúde e Educação

Além dos atos de mobilização, o Sindicato dos Servidores já está entregando aos pais de alunos e aos usuários da saúde pública de Ribeirão Preto uma carta aberta com detalhes sobre a falta de investimentos nos dois setores, o que prejudica os serviços prestados aos ribeirão-pretanos. No documento, a entidade que representa os trabalhadores pede a compreensão e o apoio da população nesta luta dos servidores pela valorização profissional e por serviços públicos de qualidade.

Ato no Palácio

Paralelo aos atos de mobilização que serão realizados pelo Sindicato, a direção da entidade também pretende realizar outros atos na porta do Palácio Rio Branco, sede da prefeitura, como na última quinta-feira (21), para deixar claro a insatisfação dos trabalhadores com a negociação salarial.

Nova rodada de negociação

Para o Sindicato é fundamental que o Governo Municipal reabra, o mais rápido possível, o canal de negociação com os trabalhadores. “Estivemos na semana passada na Câmara Municipal e os vereadores comprometeram-se a formar também uma comissão do legislativo para participar das negociações. Agora falta apenas o Governo agendar a reunião para que possamos negociar”, diz Laerte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui