Governo diz que não tem dinheiro para fazer pagamento e Sindicato convoca assembleia geral

0
118

Depois de uma reunião na tarde desta quarta-feira, 28, com os secretários de Governo e Fazenda, Marcus Berzoti e Sérgio Nalini, respectivamente, onde foi dada a notícia de que a prefeitura não tem dinheiro para fazer o pagamento dos trabalhadores da administração direta no dia 30, a Diretoria Atuante do Sindicato dos Servidores já se movimentou e está convocando toda a categoria para uma assembleia geral no dia 2 (próxima segunda-feira), às 18 horas, para deliberar sobre o que será feito diante do impasse causado pelo má gestão instalada em Ribeirão Preto.

fotos reunião fazenda (2)

“Vamos fazer a assembleia no dia 2 (segunda-feira) respeitando os prazos legais. Já publicaremos o edital amanhã (dia 29) convocando a categoria e na segunda vamos ouvir os trabalhadores para que possamos deliberar juntos sobre as próximas ações a serem realizadas diante deste grave fato. Os secretários (Marcus Berzoti e Sérgio Nalini) foram categóricos ao afirmarem que eles “rasparam” os cofres da prefeitura para tentar fazer o pagamento, mas não será possível”, diz o presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto.

“Conversamos com os secretários, questionamos sobre o que eles fizeram para garantir esse pagamento, mas, eles foram claros, disseram que tudo que estava ao alcance deles foi feito, porém a prefeitura não tem o dinheiro para efetuar os pagamentos. Eles até disseram que pretendem fazer o pagamento até o 5º dia útil de janeiro, no entanto, não é certeza, até porque não serão estas pessoas que estarão a frente da administração. É muito triste um município com todo o potencial econômico que tem Ribeirão Preto encontrar-se em uma situação calamitosa como esta pela falta de competência de seus gestores. Os servidores não podem e não vão pagar a conta desta má gestão. Também gostaríamos que o futuro governo se pronunciasse a respeito deste não pagamento, pois no dia 2, quando acontecerá a assembleia, será a nova administração que responderá pelo que for decidido, e uma greve não está descartada”, afirma Laerte Carlos Augusto.

A assembleia geral está marcada para a segunda-feira, dia 2, às 18 horas, na sede do Sindicato dos Servidores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui