Data-Base de Pradópolis: Servidores rejeitam proposta e estado de greve é decretado

0
105

Greve pode ser aprovada na próxima semana

A proposta feita pelo governo de Pradópolis não agradou aos servidores municipais que rejeitaram a oferta e aprovaram por unanimidade o estado de greve. A greve pode ser aprovada na próxima terça-feira, quando uma nova assembleia será realizada na sede do Sindicato, caso o governo não faça uma nova proposta.

Sindicato apresentou a proposta feita pelo governo e que foi rechaçada por unanimidade pela categoria

Os funcionários de Pradópolis não concordaram com a proposta feita pelo governo municipal e decidiram na Assembleia Geral da categoria na noite de quarta-feira, dia 10 de junho, pelo estado de greve.”A proposta feita não atendem às necessidades dos servidores. Um reajuste de 6% está abaixo do índice inflacionário e ainda seria concedido em duas vezes o que prejudica os trabalhadores. O governo precisa dialogar com a categoria, repensar, e fazer uma proposta decente. O estado de greve foi aprovado e a greve pode ser deflagrada, caso o governo não faça uma nova oferta”, afirma o presidente do Sindicato, Wagner Rodrigues.

Trabalhadores marcharam até a Câmara Municipal para cobrar o apoio dos vereadores

Apoio da Câmara Municipal

Após a aprovação do estado de greve, por unanimidade, os servidores municipais e os diretores do Sindicato marcharam até a Câmara Municipal. Com gritos de ordem, os trabalhadores foram a Casa de Leis para reivindicar o apoio dos vereadores. Os vereadores receberam a entidade que representa a categoria e os trabalhadores. O presidente do Sindicato sugeriu que os vereadores participem das negociações com o executivo. A proposta foi aceita e os vereadores se comprometeram a participar e ajudar na negociação.

Servidores ocuparam o plenário da Casa de Leis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui