Sindicato e trabalhadores fazem manifestação por jornada de 40 horas em Guatapará

0
74

A manifestação aconteceu durante a sessão da Câmara Municipal na noite desta segunda-feira, 8, em Guatapará. Durante a sessão, os vereadores iniciaram os trabalhos do dia com o plenário tomado por servidores e diretores do Sindicato. Os trabalhadores pediram apoio da Câmara para que a jornada de trabalho de 40 horas semanais seja implantada no município, atualmente são aplicadas 44 horas por semana, número bem diferente do que é implantado em muitos municípios da região de Ribeirão Preto, como explicou o vice-presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto.

“Vereadores, temos que avançar e Guatapará não pode ficar pra trás. Quarenta e quatro horas semanais é algo que já ficou no passado. Em nossa região a implantação de uma jornada de quarenta horas é realidade há muito tempo. Precisamos de todos vocês ao lado dos trabalhadores nesse momento para que o governo se sensibilize com essa luta que é de todos nós”, enfatizou o vice-presidente quando fez uso da tribuna a convite do presidente da Câmara Municipal.

Os vereadores entenderam a necessidade e a luta dos servidores por uma jornada de trabalho mais humana e se comprometeram a prestar todo auxilio necessário para que o governo torne esse anseio da classe trabalhadora uma realidade.

O Sindicato recentemente alcançou um reajuste salarial de 6,5% e mais um aumento de 10% no vale-alimentação dos trabalhadores durante a data-base, mas a luta por outros direitos ainda exige muita mobilização. “Fechamos a data-base no dia 1º de junho e uma semana depois estamos reunidos aqui na Câmara Municipal em uma grande manifestação para que os vereadores de Guatapará vejam a realidade dos servidores de nossa cidade. Eles parecem que compreenderam a necessidade de por fim a essa jornada exaustiva. Agora, temos ainda mais força para cobrar do governo”, comentou o Coordenador da Seccional de Guatapará, Edgard Cruz. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui