CTB e centrais vão as ruas para exigir redução das taxas de juros

0
101

A CTB estará ao lado da UGT, da Nova Central, da Força e da CGTB na próxima quarta-feira (7), em São Paulo, para exigir do Banco Central a continuidade do processo de redução da taxa de juros no país.
No mesmo dia, o Comitê de Política Econômica (Copom) do BC irá definir a taxa de juros para o próximo período. Atualmente, a chamada Selic se encontra no patamar de 10,5% ao ano.
A expectativa dos sindicalistas é de uma nova queda. Caso o BC reduza a taxa novamente em 0,5%, será o quinto corte consecutivo do governo Dilma. “Essa continuidade é fundamental para o país. Há tempos estamos batendo nessa tecla. Somente com juros mais baixos teremos condições de alavancar o desenvolvimento”, ponderou o presidente da CTB, Wagner Gomes.
O dirigente, no entanto, destacou que é importante a participação das centrais sindicais e o do movimento social para se contrapor à agenda que o mercado financeiro vem tentando impor à questão dos juros. “Quando a taxa começou a cair, inicialmente eles foram surpreendidos. Agora, que nada podem fazer para interromper a queda, tentam convencer a todos de que quando a taxa chegar a 9,5% será preciso interromper esse processo. Não iremos aceitar isso”, disse o presidente da CTB.
O ato desta quarta-feira é mais uma demonstração da preocupação das centrais sindicais em relação à política macroeconômica do país. “Estamos assistindo a um processo de enfraquecimento de nossa indústria. Uma das maneiras de lutarmos contra o que está ocorrendo é irmos às ruas, conscientizando a sociedade sobre os riscos que essa política conservadora traz ao Brasil”, explicou Wagner Gomes.

Serviço: Ato das centrais sindicais contra os juros altos

Quando: quarta-feira, 7 de março
Onde: Av. Paulista, 1804 – em frente à sede paulista do Banco Central
Horário: 10h

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui