Assembleia data-base: Sem proposta servidores decidem por dia de protesto

0
118

Após 14 dias da entrega da pauta de reivindicações da categoria, o governo municipal não apresentou nenhuma proposta de reajuste salarial para os servidores, frustrando as expectativas dos trabalhadores que decidiram, em assembleia geral, nesta quinta-feira (13), pela realização de um dia de protestos contra os “sanguessugas” do serviço público: os cargos comissionados sem vínculo.

O dia de manifestos vai acontecer na próxima terça-feira, dia 18 de março, quando o Sindicato estará em frente ao Palácio Rio Branco recebendo as denúncias dos servidores sobre os cargos comissionados, sem vínculo, existentes em praticamente todas as Secretarias e Autarquias de Ribeirão Preto.

“Faz 14 dias que a pauta foi entregue e o governo deixar de apresentar uma proposta para os servidores é um grande absurdo. A impressão que dá é de que eles estão empurrando as coisas com a barriga, e o Sindicato não vai aceitar esta situação. Vamos realizar um grande dia de protesto para marcar de vez a nossa luta contra os “sanguessugas” do serviço público. Todos os argumentos do governo estão voltados para a Lei de Responsabilidade Fiscal, mas, somente os argumentos, pois as atitudes mostram o contrário. Já que a Lei é o grande problema, porque não fazer o que ela determina: mande embora os cargos comissionados sem vínculo. O governo pediu um prazo até o dia 18 para propor algo para os servidores, e nós também vamos fazer nossa proposta, que é a demissão destes sanguessugas da prefeitura”, salienta o presidente do Sindicato, Wagner Rodrigues.

“Vamos montar uma grande estrutura em frente ao Palácio Rio Branco e colher, junto aos servidores, as informações sobre os sanguessugas espalhados pela administração municipal. Tenho certeza de vamos levantar diversos nomes e cargos que estão apenas sugando o dinheiro da prefeitura, pois na realidade, pouco fazem no dia a dia. É uma questão de honra expulsar esses comissionados sem vínculo da prefeitura”, alerta o vice-presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto.

Uma nova assembleia com a categoria será realizada na próxima terça-feira, dia 18, na sede do Sindicato.

Reunião com o governo

O Sindicato, a comissão formada por trabalhadores e o governo municipal ficaram reunidos por mais de quatro horas nesta quinta-feira, dia 13, no Palácio Rio Branco. A reunião que teve início por volta das 10h20 só foi encerrada depois das 14h30.

No início, participaram das discussões gerais da pauta de reivindicações os secretários de Governo e Negócios Jurídicos, Osvaldo Ceoldo e Vera Zaneti, respectivamente, e o diretor do departamento de Recursos Humanos da Administração, Thomaz Perianhes.

A prefeita Dárcy Vera participou da reunião somente no final. A chefe do executivo municipal pediu um tempo maior para poder discutir com o restante dos membros do governo a pauta completa da categoria, com ênfase nos itens econômicos.

Sem fazer nenhuma proposta para a categoria, a prefeita solicitou uma nova reunião para a próxima terça-feira, às 10 horas, no Palácio Rio Branco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui