Sindicato manifesta contrariedade com possível mudança no calendário de férias dos professores municipais

1
2392

Informações dão conta de que a Secretaria Municipal de Educação planeja alterar o período de férias dos professores municipais em 2023, retirando 10 dias do descanso em janeiro e passando para junho

O Sindicato dos Servidores Municipais / RPGP está acompanhando atentamente a elaboração, em curso, de uma despropositada resolução que altera o calendário de férias dos professores municipais para o ano letivo de 2023. A entidade que representa os trabalhadores manifesta publicamente a absoluta contrariedade à intenção de mudança no calendário, aventada por membros do governo.

A discordância do Sindicato com propostas de alterações no calendário foram manifestadas em documento enviado ao Secretário Municipal da Educação, Felipe Elias Miguel. Assinado pelo presidente do SSM / RPGP, Valdir Avelino, e pela coordenadora da seccional da Educação, professora Luciana Colla, o ofício requer que seja mantido o regime atual de férias e recessos.

O Sindicato ressalta que o debate sobre mudanças no calendário deve envolver todos os segmentos da comunidade escolar, garantindo também o direito ao recesso para todos os funcionários e funcionárias do ensino municipal.

No documento enviado ao secretário, o Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis cobra que seja mantida a negociação sobre o tema. A alteração da sistemática de férias não será aceita pela entidade se imposta imotivadamente, de cima para baixo, sem justificativa minimamente válida e sem diálogo com a categoria.

Sindicato, o tempo todo com você!

Confira abaixo o ofício protocolado.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui