Tentativa de Terceirização: Câmara aprova convite à superintendente do SASSOM

0
864

Depois da reunião realizada na última quinta-feira (14) entre o Sindicato dos Servidores Municipais, as demais entidades representativas – AMAP, CPM e Associação dos Servidores – o presidente da Câmara Municipal, Alessandro Maraca, e o presidente da Comissão Seguridade Social, Saúde, Previdência e Assistência Social, Bertinho Scandiuzzi, a Casa de Leis aprovou o requerimento do vereador Bertinho Scandiuzzi que convida a superintendente do SASSOM, Tássia Corrêa Rezende, a prestar esclarecimentos sobre a possibilidade de terceirização dos serviços do órgão (confira abaixo o documento).

O projeto do Governo Municipal de extinguir o Serviço de Assistência à Saúde dos Municipiários (SASSOM) foi publicado no dia 1° de Abril sem nenhum debate com as entidades representativas e contra o voto dos conselheiros indicados pelas entidades e eleitos pelos servidores.

“Até trocar conselheiros da parte patronal eles trocaram para tentar empurrar goela abaixo este duro golpe contra a saúde dos trabalhadores. Se não é ilegal, é no mínimo imoral o que eles fizeram”, ressalta o presidente do Sindicato, Valdir Avelino.

Convite x Convocação

A proposta de convidar a superintendente do SASSOM para dar explicações sobre as reais intenções do Governo com este ataque à saúde dos trabalhadores surgiu durante a reunião realizada na última quinta-feira.

“De imediato, tanto o presidente da Câmara, Alessandro Maraca, como o presidente da Comissão de Saúde, Bertinho Scandiuzzi, assumiram o compromisso de ampliar o debate e de convidar a superintendente para tentar explicar as intenções do Governo, o que ao nosso ver é inexplicável. A princípio trata-se de um convite, mas caso ele não seja aceito, o compromisso dos vereadores é o de convocar a gestora do SASSOM”, lembra Valdir.

“Estaremos presentes neste encontro e vamos cobrar que da superintendente que ela reposicione-se quanto a esta tentativa de acabar com o SASSOM”, fala Valdir.

Paralelamente às medidas políticas que estão sendo adotadas pelo Sindicato, o Departamento Jurídico da entidade está analisando cautelosamente o projeto do Governo para a tomada das medidas jurídicas cabíveis.

Sindicato, o tempo todo com você!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui