Sindicato se reúne com governo para tratar do pagamento do 13º dos servidores

0
126

O Sindicato dos Servidores se reuniu na tarde de quarta-feira (26), no Palácio Rio Branco, com os secretários da Fazenda e de Governo, Sérgio Nalini e Marcus Berzoti, respectivamente, para cobrar um posicionamento da administração sobre do pagamento da décimo terceiro salário dos trabalhadores. A reunião se fez necessária devido aos questionamentos que a entidade que representa os servidores tem recebido nos últimos dias. Os dois secretários presentes no encontro foram pontuais ao informarem que a prefeitura de Ribeirão Preto passa por dificuldades financeiras, mas que a Administração não trabalha com a hipótese de não pagar os trabalhadores.

“Era preciso conversar com o governo, até para acalmar os trabalhadores ou para já estudar caminhos para garantir o recebimento do que é direito da categoria. Recebemos a informação de que a prefeitura não pensa em atrasar ou dividir os salários ou o décimo terceiro dos servidores. Foi importante ouvir este posicionamento do governo”, relata o diretor do Sindicato, Valdir Avelino.

“Sempre surgem boatos de que a prefeitura vai atrasar ou parcelar salários e décimo terceiro. Diante das ligações que recebemos, marcamos uma reunião com os representantes do governo para saber da real situação. É claro que as dificuldades são muitas, mas os administradores foram contundentes ao informarem que esta situação de atraso ou de divisão dos salários ou décimo terceiro, hoje, não existe!”, ressalta o vice-presidente do Sindicato, Donizeti Aparecido Barbosa.

“Atravessamos um momento conturbado, onde qualquer faísca vira um grande incêndio. Por isso recorremos a fonte para obter a informação limpa, sem ruído. Ouve um boato de que o salário deste mês atrasaria, mas não vai acontecer. Foi bom receber a notícia de quem está a frente da administração de que essa possibilidade, pelo menos por enquanto, não está sendo debatida pelo governo. É bom frisar que o Sindicato ficará atento, e qualquer situação nova que surgir, vamos atrás para resolver e buscar a notícia concreta”, finaliza o vice-presidente do Sindicato, Alexandre Pastova.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui