Sindicato se reúne com coordenador da CLU e cobra melhorias em instalações

0
115

A Diretoria Atuante do Sindicato dos Servidores se reuniu na manhã desta segunda-feira (25) com o coordenador da Coordenadoria de Limpeza Urbana para cobrar algumas melhorias em instalações do aterro sanitário e também no prédio que abriga a CLU.

Aterro Sanitário

No aterro sanitário alguns problemas têm preocupado o Sindicato e prejudicado os servidores. No espaço onde ficam os trabalhadores da balança há a necessidade de uma reforma urgente, assim como no banheiro existente no local. “No aterro a situação é bastante complicada. O banheiro precisa ser reformado para que os trabalhadores tenham condições mínimas para fazerem suas necessidades fisiológicas. Onde fica a balança os servidores enfrentam um calor terrível e as instalações são precárias. Pelo que constatamos no local o que precisa ser feito não demanda de muito dinheiro, então acreditamos que os problemas podem ser sanados rapidamente”, diz o diretor do Sindicato, Geovani Martins.

O coordenador da CLU, Marcelo Reis, se comprometeu a fazer as reformas necessárias no local. “De imediato ele solicitou que se faça um levantamento dos materiais que serão utilizados na reforma. Também disse que a mão de obra poderá ser utilizada da própria CLU. o Marcelo também afirmou que fará um levantamento para reativar a cozinha do aterro. Vamos aguardar com a certeza de que nos próximos dias as reformas sejam iniciadas. Serão melhorias que trarão mais qualidade de vida para os servidores”, afirma o vice-presidente do Sindicato, Donizeti Aparecido Barbosa.

Banheiro e refeitório da CLU

Duas outras cobranças que foram feitas pelo Sindicato dizem respeito ao banheiro e a construção de um refeitório na Coordenadoria de Limpeza Urbana. O banheiro está em péssimas condições. Pintura danificada, vazamento na pia e o vazo sanitário em condições precárias são os principais problemas. “O Marcelo afirmou que a reforma deste banheiro será feita. Queremos que seja o mais rápido possível. Quanto o refeitório, o coordenador foi sincero em dizer que neste caso ele depende de um espaço para fazer. Ele falou sobre uma sala ampla que pertence a Infraestrutura que seria ideal. Vamos conversar com o secretário da pasta, Osvaldo Braga, para saber da possibilidade de o espaço ser utilizado para a montagem de um refeitório. Também acreditamos que o problema será resolvido em breve”, finaliza Martins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui