Sindicato realiza assembleia geral e índice 13% de reposição salarial é aprovado

0
177

Pauta com todas as reivindicações específicas e econômicas será entregue no início de março ao Governo Municipal

Os servidores municipais que estiveram na assembleia geral realizada na noite desta quinta-feira, dia 23 de fevereiro, na sede do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis aprovaram um pedido de reajuste salarial de 13%, índice que será apresentado ao governo municipal na data-base desse ano. Os trabalhadores também reivindicarão o mesmo índice de reposição para o vale-alimentação e a cesta básica nutricional dos aposentados. Para chegar até o percentual de reajuste, o Sindicato e os servidores cobram o mesmo índice de reajuste aplicado ao IPTU 2017 (8,5%), um aumento de 2,48%, correspondente ao crescimento nominal das receitas da Administração direta em 2017, e um aumento real de 2,02%, perfazendo o total de 13%. A aprovação do índice foi colocada em votação pela diretoria do Sindicato e aprovada pela maioria absoluta da categoria. Apenas dois servidores se abstiveram da votação. O índice de 13% comporá a pauta de reivindicação que será entregue ao governo no dia 02 de março, em reunião já solicitada à municipalidade, assim como os itens gerais aprovados, e as reivindicações de cada Secretaria e Autarquia, que foram colhidas em assembleias setoriais realizadas durante o mês de fevereiro, na sede do Sindicato.

082_2

Servidores acompanharam atentamente a leitura da pauta

“Foi uma assembleia geral muito representativa. A categoria tem consciência das dificuldades e, por isso, compareceu em grande número. A discussão foi feita pelos trabalhadores, foram eles que definiram o índice de reajuste que vai ser cobrado do Governo Municipal durante a nossa data-base em março. Esse é um dos momentos mais importantes do ano, se não o mais importante, e tudo tem de ser feito conforme as necessidades dos servidores, nada pode atrapalhar ou o prejuízo pode ser grande para a categoria. O IPTU foi reajustado, a prefeitura aumentou as tarifas de água e energia elétrica, então, nada mais justo que a recomposição dos salários dos trabalhadores”, argumenta o presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto.

045

Vice-presidentes falaram sobre as dificuldades que a categoria terá na data-base

Assembleias setoriais

No decorrer das últimas duas semanas, a diretoria dos Sindicato realizou assembleias setoriais com os trabalhadores de todas as Secretarias e Autarquias de Ribeirão Preto. São mais de 11 mil servidores da ativa e outros três mil aposentados (que também foram ouvidos). Foram realizadas mais de sete reuniões na sede do Sindicato, onde os servidores puderam colocar na pauta de reivindicações todas as necessidades específicas de cada setor da prefeitura.

“Essa é uma forma que a diretoria do Sindicato encontrou para democratizar esse processo. Afinal, nós temos, filiados ao Sindicato, mais de 92% dos trabalhadores municipais, de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis, o que aumenta ainda mais nossa responsabilidade. O Sindicato recebeu seus servidores em vários dias e os debates foram focados de forma específica. Depois de montar a pauta de cada local, colocamos a mesma para a aprovação da categoria. A participação do servidor foi fundamental e decisiva nesse processo”, diz Laerte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui