Sindicato questiona terceirizados e cobra contratação de mais servidores na educação

0
95

Durante a reunião na manhã desta quarta-feira, 6 de julho, na Secretaria da Educação de Ribeirão Preto o Sindicato dos Servidores Municipais questionou o secretário da pasta, Ângelo Invernizzi, sobre as recentes informações que chegaram ao Sindicato alertando sobre a crescente contratação de funcionários terceirizados em áreas específicas da rede municipal de educação. De acordo com as informações, existiriam até casos em que servidores concursados em desvio de função, estariam sendo substituídos por terceirizados nos seus setores de origem.

Para o Presidente em Exercício do Sindicato, Laerte Carlos Augusto, ainda é cedo para afirmar a veracidade das informações, mas diante da gravidade e do número de denúncias a entidade procurou imediatamente o governo para cobrar explicações e pedir que os concursados sejam chamados.

“Houve uma enxurrada de informações sobre uma suposta farra de contratações de terceirizados na educação. Assim que notamos essa movimentação marcamos com o secretário que se comprometeu a checar as denúncias o mais rápido possível e buscar uma solução”, disse Laerte após a reunião.

Contratação de cozinheiras e cozinheiros

 Mais uma vez o assunto foi tratado com o Secretário da Educação e o Sindicato cobrou celeridade nas contratações dos novos profissionais. A entidade também apontou a necessidade do governo rever questões técnicas e de gestão para construir imediatamente uma saída viável para o excesso de trabalho das cozinheiras até que as contratações aconteçam.

“As medidas de logística e de gestão do governo, precisam ser debatidas coletivamente, isso inclui colocar os cozinheiros, as cozinheiras e quem mais for necessário para participarem da discussão. Eles devem ser ouvidos pela administração para encontrar uma medida em curto prazo que alivie um pouco a situação desses trabalhadores até que as contratações se realizem”, afirmou Cristiane Gonçalves Francisco, coordenadora da seccional da educação do sindicato.

De acordo com a entidade, os dois assuntos discutidos durante a reunião são de extrema prioridade e, portanto, a Diretoria Atuante deve voltar a se reunir com o secretário nos próximos dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui