Sindicato dos Servidores Municipais aprova em definitivo seu novo presidente

2
1549

A diretoria executiva do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis aprovou nesta terça-feira o nome do servidor Valdir Avelino para o cargo de presidente da entidade. Na prática, o aval dado pela diretoria garante que o guarda civil metropolitano assuma o comando da entidade, em definitivo, no lugar do ex-presidente, Laerte Carlos Augusto que, no mês passado, aos 57 anos, morreu vítima da Covid-19.

Eleito pela categoria como 1º vice-presidente do Sindicato dos Servidores Municipais em 2020 na chapa encabeçada por Laerte Carlos Augusto, Valdir Avelino já havia assumido, provisoriamente, a presidência da entidade com o afastamento do ex-presidente para tratamento de saúde. Ao ser confirmado por seus pares, com indicação aprovada praticamente de forma unânime pela diretoria, Avelino está estatutariamente legitimado para conduzir em definitivo a presidência do Sindicato até o final do mandato da atual direção (2024).

A Presidência é o órgão responsável pela administração da entidade sindical. O presidente é tem suas competências sindicais e administrativas definidas pelo Estatuto do sindicato. Entre tais competências está a de representar o sindicato perante os órgãos administrativos e judiciários, convocar e presidir as Assembleias de toda natureza previstas, convocar e presidir as reuniões de qualquer órgão do sistema diretivo ou de departamentos do Sindicato, convocar as eleições sindicais.

Dentre as atribuições do presidente estão também a de velar pelo correto funcionamento de todas as instâncias do Sindicato, presidir as reuniões do sindicato que integre ou a que compareça; entre outras. O Sindicato dos Servidores Municipais encontra-se hoje com mais de 9.800 servidores sindicalizados e é uma das entidades sindicais com maior índice de sindicalização do país.

Além de Valdir Avelino, outros membros da diretoria executiva ganharam novas atribuições. Caio Cristiano de Oliveira Cunha, assume a 1ª vice-presidência antes ocupada por Avelino. Alexandre Pastova será o novo 2º vice-presidente. O professor Donizeti Aparecido Barbosa deixa a coordenação da diretoria Seccional da Educação para a professora Cristiane Gonçalves e volta a assumir uma das vice-presidências da entidade. A professora Luciana Bolognini Colla assume a Diretoria Jurídica, uma das mais importante da entidade em razão dos anseios e direitos dos servidores debatidos na Justiça.

Caio Cristiano assume a 1ª vice-presidência
Alexandre Pastova será o novo 2º vice-presidente
Donizeti Aparecido Barbosa volta a assumir uma das vice-presidências
Cristiane Gonçalves assume a Seccional da Educação
Luciana Bolognini Colla assume a Diretoria Jurídica

Jacira Campelo, secretária geral da entidade disse ao anunciar o resultado final da votação que aprovou o nome de Avelino e a redistribuição interna dos cargos que “tenho a convicção de que este avanço no rumo da unidade resulta da aplicação coerente dos princípios classistas à atuação do Sindicato, fiel aos interesses da classe trabalhadora, autônoma em relação ao governo e unificada em torno da defesa dos direitos sociais, da democracia, da soberania e da valorização do trabalho”.

O novo presidente do Sindicato fez uma defesa firme de ações que apoiem, incentivem e fortaleçam o serviço público municipal, com a valorização dos servidores. Para Avelino, o serviço público “é um direito da população e a porta de entrada para a cidadania e, portanto, deve ser valorizado”. O novo presidente entende que não há saída fora do esforço e da luta coletiva dos trabalhadores

“Minha preocupação, quando ingressei ainda como associado do Sindicato, era a de lutar por um projeto de retomada do crescimento com a valorização do serviço e dos servidores públicos. Essa minha preocupação permanece viva, não mais como uma preocupação individual e sim como um compromisso coletivo. Acreditar que o serviço público merece e precisa ser valorizado e, ao mesmo tempo, a certeza de que este avanço depende do esforço coletivo me trouxe até o Sindicato e hoje é a base da minha atuação à frente da entidade”, afirmou o novo presidente.

 

Perfil

O novo presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis, Valdir Avelino, tem 51 anos e é Guarda Civil Metropolitano (GCM) no município de Ribeirão Preto. Avelino é graduado em Gestão Pública, pai de três filhos e avô de uma menina.

Nascido em Tambaú (SP), em 05 de maio de 1970, Avelino mudou-se para Ribeirão Preto aos 20 anos. Aqui firmou-se, constituiu família e em 19 de abril de 1993 ingressou no serviço público passando a fazer parte da GCM. O amor pela profissão o levou a integrar também, por muitos anos, o Conselho de Segurança Pública do município.

Valdir chegou ao Sindicato no ano de 2004 como diretor de base da Seccional da GCM, em 2006 passou a coordenador da Seccional, função que exerceu até 2012 quando assumiu o cargo de secretário-geral da entidade. No ano de 2016 Avelino aceitou o desafio de comandar o Departamento de Sindicalização, papel que cumpriu com muita competência até o convite para vice-presidente da entidade vindo na composição da Chapa Unidade e Luta, vitoriosa no pleito realizado em 2020.

Atualmente, Avelino também faz parte da diretoria da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – São Paulo (CTB-SP) e reforça as lutas da classe trabalhadora não só em âmbito local, mas também estadual e federal.

2 COMENTÁRIOS

  1. Informo ao sindicato que fiquei de fora da ação do 5.15 porque fiquei sem paga o sindicato em dezembro de 2004 acho um absurdo isso sempre fui associado do sindicato se não resolver vou me desligar do sindicato espero uma resposta em breve

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui