Sindicato dos Servidores Municipais aprova em definitivo seu novo presidente

0
527

A diretoria executiva do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis aprovou nesta terça-feira o nome do servidor Valdir Avelino para o cargo de presidente da entidade. Na prática, o aval dado pela diretoria garante que o guarda civil metropolitano assuma o comando da entidade, em definitivo, no lugar do ex-presidente, Laerte Carlos Augusto que, no mês passado, aos 57 anos, morreu vítima da Covid-19.

Eleito pela categoria como 1º vice-presidente do Sindicato dos Servidores Municipais em 2020 na chapa encabeçada por Laerte Carlos Augusto, Valdir Avelino já havia assumido, provisoriamente, a presidência da entidade com o afastamento do ex-presidente para tratamento de saúde. Ao ser confirmado por seus pares, com indicação aprovada praticamente de forma unânime pela diretoria, Avelino está estatutariamente legitimado para conduzir em definitivo a presidência do Sindicato até o final do mandato da atual direção (2024).

A Presidência é o órgão responsável pela administração da entidade sindical. O presidente é tem suas competências sindicais e administrativas definidas pelo Estatuto do sindicato. Entre tais competências está a de representar o sindicato perante os órgãos administrativos e judiciários, convocar e presidir as Assembleias de toda natureza previstas, convocar e presidir as reuniões de qualquer órgão do sistema diretivo ou de departamentos do Sindicato, convocar as eleições sindicais.

Dentre as atribuições do presidente estão também a de velar pelo correto funcionamento de todas as instâncias do Sindicato, presidir as reuniões do sindicato que integre ou a que compareça; entre outras. O Sindicato dos Servidores Municipais encontra-se hoje com mais de 9.800 servidores sindicalizados e é uma das entidades sindicais com maior índice de sindicalização do país.

Além de Valdir Avelino, outros membros da diretoria executiva ganharam novas atribuições. Caio Cristiano de Oliveira Cunha, assume a 1ª vice-presidência antes ocupada por Avelino. Alexandre Pastova será o novo 2º vice-presidente. O professor Donizeti Aparecido Barbosa deixa a coordenação da diretoria Seccional da Educação para a professora Cristiane Gonçalves e volta a assumir uma das vice-presidências da entidade. A professora Luciana Bolognini Colla assume a Diretoria Jurídica, uma das mais importante da entidade em razão dos anseios e direitos dos servidores debatidos na Justiça.

Caio Cristiano assume a 1ª vice-presidência
Alexandre Pastova será o novo 2º vice-presidente
Donizeti Aparecido Barbosa volta a assumir uma das vice-presidências
Cristiane Gonçalves assume a Seccional da Educação
Luciana Bolognini Colla assume a Diretoria Jurídica

Jacira Campelo, secretária geral da entidade disse ao anunciar o resultado final da votação que aprovou o nome de Avelino e a redistribuição interna dos cargos que “tenho a convicção de que este avanço no rumo da unidade resulta da aplicação coerente dos princípios classistas à atuação do Sindicato, fiel aos interesses da classe trabalhadora, autônoma em relação ao governo e unificada em torno da defesa dos direitos sociais, da democracia, da soberania e da valorização do trabalho”.

O novo presidente do Sindicato fez uma defesa firme de ações que apoiem, incentivem e fortaleçam o serviço público municipal, com a valorização dos servidores. Para Avelino, o serviço público “é um direito da população e a porta de entrada para a cidadania e, portanto, deve ser valorizado”. O novo presidente entende que não há saída fora do esforço e da luta coletiva dos trabalhadores

“Minha preocupação, quando ingressei ainda como associado do Sindicato, era a de lutar por um projeto de retomada do crescimento com a valorização do serviço e dos servidores públicos. Essa minha preocupação permanece viva, não mais como uma preocupação individual e sim como um compromisso coletivo. Acreditar que o serviço público merece e precisa ser valorizado e, ao mesmo tempo, a certeza de que este avanço depende do esforço coletivo me trouxe até o Sindicato e hoje é a base da minha atuação à frente da entidade”, afirmou o novo presidente.

 

Perfil

O novo presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis, Valdir Avelino, tem 51 anos e é Guarda Civil Metropolitano (GCM) no município de Ribeirão Preto. Avelino é graduado em Gestão Pública, pai de três filhos e avô de uma menina.

Nascido em Tambaú (SP), em 05 de maio de 1970, Avelino mudou-se para Ribeirão Preto aos 20 anos. Aqui firmou-se, constituiu família e em 19 de abril de 1993 ingressou no serviço público passando a fazer parte da GCM. O amor pela profissão o levou a integrar também, por muitos anos, o Conselho de Segurança Pública do município.

Valdir chegou ao Sindicato no ano de 2004 como diretor de base da Seccional da GCM, em 2006 passou a coordenador da Seccional, função que exerceu até 2012 quando assumiu o cargo de secretário-geral da entidade. No ano de 2016 Avelino aceitou o desafio de comandar o Departamento de Sindicalização, papel que cumpriu com muita competência até o convite para vice-presidente da entidade vindo na composição da Chapa Unidade e Luta, vitoriosa no pleito realizado em 2020.

Atualmente, Avelino também faz parte da diretoria da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – São Paulo (CTB-SP) e reforça as lutas da classe trabalhadora não só em âmbito local, mas também estadual e federal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui