Sindicato dos Servidores defende revisão da Planta Genérica do Município

0
142

Em reunião, realizada na última segunda-feira, dia 10, a direção do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto definiu que apoiará a revisão da Planta Genérica do Município, um dos assuntos mais discutidos na atualidade.

Sempre envolvida com os assuntos que norteiam o município, a diretoria não poderia ficar alienada a um tema tão importante e polêmico. A decisão foi baseada nos levantamentos feitos pelo Sindicato nos últimos anos, que mostram um crescimento considerável do município, de seus equipamentos de atendimentos à população, como nas secretarias de Educação, Saúde, e Infraestrutura em geral. Com esse crescimento há uma necessidade de investimentos pela melhoria na qualidade de atendimento, o que envolve diretamente os servidores municipais.

Cinco itens foram mencionados na reunião que levaram a decisão de defender uma revisão na Planta Genérica e consequentemente a defesa da qualidade no serviço público e investimentos nos trabalhadores:

– Ribeirão Preto é uma cidade pujante no desenvolvimento social e econômico na macro região, e não pode perder espaços para outras cidades do mesmo porte ou de menor porte por falta de investimentos e recursos ;

– Por ser uma cidade pólo em educação, saúde e pesquisas científicas há um aumento populacional. Essa tendência de crescimento é constante. Consequentemente há uma maior procura no serviço público e necessidade de investimentos.

– Há uma década não houve avaliação da Planta Genérica, provocando discrepâncias e injustiças;

– Construção de novos equipamentos sociais para atender a necessidade atual e o surgimento de novos bairros e conjuntos habitacionais;

– A revisão da Planta Genérica deve trazer justiça tributária, social e econômica.

A diretoria do Sindicato também se posicionou que continuará exigindo e cobrando a aplicação dos recursos públicos em investimentos e projetos que beneficiem a população, principalmente na qualidade do serviço público. Continuará com suas ações fiscalizadoras e defendendo a transparência do emprego do dinheiro público.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui