Sindicato debate normativas do Sassom na entrega de guias médicas

0
188

Os diretores do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto participaram na tarde desta terça-feira, dia 7 de fevereiro, de uma reunião com diretores dos SASSOM – Serviço de Assistência à Saúde dos Municipiários. O objetivo do encontro, o segundo em menos de 5 dias, era mostrar o descontentamento dos servidores com relação às normativas que tratavam sobre a emissão de guias de consultas médicas.
Tais normativas foram aprovadas pelo Conselho Deliberativo do SASSOM, mas preocupou a direção do Sindicato que recebeu inúmeras reclamações. “Na prática, essas normativas do Sassom, dificultaram o acesso do servidor às liberações de guias para atendimentos específicos. Ou seja, o servidor ficou prejudicado porque não conseguia guias de atendimentos e não tinha como dar sequência ao tratamento”, diz Noedivaldo Bernadino, diretor executivo da Seccional da Saúde do Sindicato. “É bom ressaltar que alcançamos algumas conquistas pontuais, como por exemplo, o atendimento ambulatorial que antes contava como guia de atendimento e à partir de agora não será mais”, acrescenta Noedivaldo.
“Fizemos duas reuniões e debatemos o assunto. Conseguimos resolver parte do problema de uma forma que o servidor não seja tão prejudicado. Mas ainda há pendências e o que queremos é a readequação da Lei 441/95, que rege o SASSOM, pois só assim poderemos resolver todas as pendências. Já ficou definida a retomada da Comissão que discute a reforma da Lei”, explica o vice-presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto.
Ainda, com relação à distribuição, o Diretor Executivo da Seccional da Educação, Prof. Donizete Barbosa, ressaltou a dificuldade que as professoras e professores têm de obter mais de duas guias de consultas nos períodos recesso e férias. O Superintendente Luiz Carlos foi enfático: ” Não haverá limitação de guias para os profissionais da educação. Basta falar com a Rosângela”.
ELEIÇÃO NO CONSELHO DO SASSOM
O Sindicato também encaminhou uma proposta para que as entidades representativas dos servidores possam indicar membros para a comissão eleitoral que vai trabalhar na eleição do novo Conselho Deliberativo do SASSOM. As eleições devem acontecer em março. “Com essa participação das entidades teremos uma democratização no pleito”, finaliza Laerte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui