Sindicato cobra e governo vai rodar folha avulsa para pagar gratificação de cozinheiros

0
130

Em reunião realizada na manhã desta sexta-feira (29), na Secretaria de Administração, o Sindicato dos Servidores cobrou do governo municipal o pagamento das gratificações dos cozinheiros da rede que foi acordado na data-base deste ano e que deveria ter sido pago aos funcionários neste mês de abril. Ao final do encontro ficou definido que a administração rodará uma folha avulsa e o pagamento será feito no dia 10 de maio. Para que o pagamento seja realizado no dia 10, todas as Secretarias que possuem cozinheiros terão de passar os dados de quem são os servidores que têm direito ao recebimento da gratificação até a próxima segunda-feira, dia 2.

“Quando recebemos o comunicado de que a prefeitura faria o pagamento da gratificação somente nos vencimentos do mês de maio, justificando falta de prazo e o feriado, achamos um absurdo e não concordamos. Fizemos um contato com a administração e solicitamos uma reunião emergencial. Essa reunião aconteceu na manhã de hoje e o problema foi resolvido. A possibilidade de paralisação dos cozinheiros existia. Felizmente conseguimos reverter essa situação que estava frustrando os trabalhadores e o pagamento será realizado no dia 10 de maio. Resolvida a situação, os servidores podem ficar tranquilos, pois não haverá mais problemas em relação a este benefício conquistado por nós e pela categoria durante a data-base”, afirma o vice-presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto. 

A gratificação dos cozinheiros foi conquistada na data-base deste ano e criada pela Lei Complementar nº 2765/16.

– Assim que fomos informados do não pagamento da gratificação, fomos atrás de resolver o impasse. Foi uma grande conquista da data-base e a justificativa dada não era nem um pouco plausível. De imediato levantamos a hipótese de se rodar uma folha avulsa para realizar o pagamento o mais rápido possível e será isso que vai ser feito. Problema resolvido, esperamos que os trabalhadores façam bom uso deste valor que será pago no dia 10 de maio – finaliza o presidente do Sindicato, Wagner Rodrigues.

“Bom, fizemos mais um acordo para o pagamento desta gratificação e não aceitaremos que ele seja desrespeitado. Dia 10 de maio os trabalhadores terão esse dinheiro em suas contas para usurem da melhor forma possível ou não descartamos a possibilidade de paralisações, mas acreditamos que não será necessário chegar a este ponto”, finaliza a coordenadora da Seccional da Educação do Sindicato, Cristiane Gonçalves Francisco. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui