Sindicato avança e Agente SUS pode acontecer ainda este ano

0
95

A mudança de nomenclatura do cargo de Agente Administrativo para Agente SUS, no âmbito da Secretaria Municipal da Saúde, está cada vez mais próxima de acontecer. Esta semana, durante uma reunião com a comissão dos “Agentes SUS”, o vice-presidente do Sindicato, Prof. Donizeti Aparecido Barbosa, a Coordenadora da Seccional de Saúde, Débora Alessandra e o Secretário de Governo, Marcus Berzoti, o pedido dos trabalhadores avançou bastante e entra agora num período destinado a sanar todas as dúvidas dessa mudança. Esse momento é visto pela diretoria do sindicato como o penúltimo passo antes de colocar o assunto para votação em assembleia. Uma reunião com o Diretor do Departamento de Recursos Humanos, Thomaz Perianhes Junior, irá auxiliar com as possíveis dúvidas dos trabalhadores.

“A transformação do cargo, com a consequente redução da jornada de trabalho para seis horas diárias, implicará no ajuste do valor do vale-alimentação desses servidores. Eles passariam a receber o benefício de acordo com a nova carga horária, por exemplo. São esses tipos de dúvidas que queremos esclarecer com os agentes antes de colocarmos o assunto em votação numa assembleia”, disse a coordenadora da seccional da saúde.

Atualmente a área da saúde conta com aproximadamente 240 agentes administrativos que têm jornada de trabalho de 40 horas semanais; com a mudança para agente SUS, a carga horária passaria para 30 horas semanais. “Fica evidente que tais mudanças beneficiam e traz qualidade no atendimento aos usuários e tudo isso sem custos aos cofres públicos. Mas é evidente que existirá a necessidade do governo de alocar novos servidores para essa atividade”, informou o vice-presidente, Prof. Donizeti Barbosa.

A transformação dos cargos para agente SUS está em discussão desde 2012, mas só após constantes cobranças do Sindicato é que ela realmente começou a ganhar contornos de uma realidade iminente. Para a coordenadora da saúde, os recentes avanços trazem alívio aos trabalhadores que esperam essa mudança há três anos.

Para muitos que estão nessa área, a mudança de nomenclatura também faz parte de um processo de evolução das políticas públicas no que se refere ao acolhimento do usuário do sistema único de saúde e trará significativas mudanças na qualidade e rapidez dos serviços prestados ao usuários do sistema público de saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui