Sexto dia de greve termina sem proposta e com passeata até a Câmara Municipal

0
113

O sexto dia de greve dos servidores terminou sem uma proposta do governo municipal e com uma passeata, pelo centro de Ribeirão Preto, até a Câmara Municipal. Na Casa de Leis, o presidente do Sindicato fez o uso da tribuna e mais uma vez pediu o apoio dos vereadores ao movimento grevista.

A terça-feira de greve geral dos servidores começou com a visita do Sindicato aos trabalhadores do Daerp da Rua Pernambuco. No local, os servidores mostraram-se indignados com a atitude do governo de barrar o direito a greve da categoria com uma liminar. Às 9 horas, os funcionários de diversos setores chegaram ao Palácio Rio Branco para assinar o ponto e fazer mais um manifesto na porta da prefeitura. A expectativa da categoria era de uma reunião com a comissão de negociação do governo. Novamente a Câmara Municipal, através de seu presidente Rodrigo Simões, tentou intervir em prol de uma nova rodada de negociações. A tentativa foi inútil! A assembleia dos trabalhadores iniciou-se na porta do Palácio sem uma nova proposta. Diante do impasse a categoria decidiu realizar uma grande passeata pelo centro de Ribeirão rumo a Casa de Leis.

136

Espaço para os servidores

250_1

Mais uma vez a Câmara Municipal abriu espaço para a causa do servidores. O presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto, pôde utilizar-se da tribuna para relatar o desrespeito do governo municipal com os trabalhadores. “O governo enviou a proposta para o servidores por e-mail, sem fazer qualquer tipo de discussão. Nunca havia acontecido isso em Ribeirão! Vereadores, mais uma vez os trabalhadores vêm até a Casa de Leis pedir o apoio de todos os senhores para que possamos negociar um reajuste digno para os servidores. A recomposição salarial da categoria é essencial, mas também temos que debater nesta data-base as condições de trabalho dos funcionários, para que a nossa população não seja prejudicada com a precarização do serviço público”, falou Laerte.

295

Greve chega ao sétimo dia

A greve dos servidores municipais chega ao sétimo dia nesta quarta-feira (5). Depois de mais de um mês com a pauta de reivindicações dos servidores em mãos, o governo de Ribeirão insiste em não negociar com a categoria. Durante toda a terça-feira, diversas tentativas de reabertura da negociação foram feitas, inclusive pelo presidente da Câmara Municipal Rodrigo Simões. Porém, todas foram frustradas! Devido a falta de diálogo, os servidores aprovaram em assembleia a continuidade da greve.

Nova assembleia geral

Também ficou definido que os trabalhadores e o Sindicato permaneceram com os manifestos em frente ao Palácio Rio Branco. A categoria também aprovou a realização de mais uma assembleia, nesta quarta-feira (dia 5), às 18 horas, em frente a prefeitura. A expectativa é que a negociação seja reaberta pelo governo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui