SASSOM ignora momento mais grave da pandemia e decide abrir discussão sobre cobrança de fator moderador

0
851

fator moderador é um mecanismo que inclui a participação do cliente no pagamento de um procedimento realizado ou a ser realizado através do plano de saúde. Assim, o custo mensal do “plano” varia conforme a utilização. Sindicato convidou entidades representativas para debater o assunto

Mesmo diante do pior momento da pandemia da Covid-19, com números alarmantes em Ribeirão Preto, o SASSOM (Serviço de Assistência à Saúde dos Municipiários) decidiu estabelecer um debate em torno da cobrança de fator moderador para os usuários do serviço. Diante do que considera um duro ataque contra os trabalhadores e seus dependentes, o Sindicato dos Servidores convidou as demais entidades representativas dos servidores que fazem parte do Conselho do SASSOM para debater o assunto.

Estiveram presentes na reunião os representantes da Associação do Municipiários Aposentados e Pensionistas (AMAP), do Centro do Professorado Municipal (CPM), da Associação dos Servidores Municipais (ASMRP), da Associação da Guarda Civil Metropolitana (AGCM-RP) e do Sindicato.

“Assim como o Sindicato, as demais entidades representativas estão no Conselho para zelar pelo melhor para os trabalhadores. Colocamos nossa posição contrária à cobrança de fator moderador. Já pagamos pelo SASSOM, inclusive sobre nosso 13º, o que nenhum plano de saúde faz. E mesmo assim querem embutir novas cobranças. O SASSOM precisa dar todo o respaldo aos trabalhadores, principalmente neste momento gravíssimo que atravessamos. O SASSOM deveria preocupar-se em oferecer testes para a Covid aos trabalhadores e não atribuir novas cobranças que só trarão novos problemas aos servidores”, ressalta o presidente do Sindicato, Valdir Avelino.

“Além disso o SASSOM deveria cobrar o repasse em dia da parte patronal. Se o Governo repassar em dia o que deve ao SASSOM, com certeza o cenário se torna outro”, finaliza o presidente Valdir Avelino.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui