Qualidade nos serviços prestados pela SEMAS esquenta debate

0
93

Em reunião com o Sindicato dos Servidores a secretária da Assistência Social, Maria Sodré, ouviu da comissão de trabalhadores as informações sobre a necessidade de investimento em reformas de prédios públicos e a construção de um novo modelo para a Central de Triagem e Encaminhamento ao Migrante/Itinerante e Morador de Rua (Cetrem), que apresenta péssima condição de atendimento em sua estrutura física e, principalmente, falta de uma política aplicada para moradores de rua. “A Secretaria é muito mais que assistencial, por isso devemos chamar atenção da sociedade para um investimento no ser humano como um todo. Ficou claro que precisamos ajudar a definir uma política que atenda aos moradores de rua com dignidade, pois esse investimento nos moradores trará qualidade no serviço público executado pelos nossos trabalhadores” afirma o presidente do Sindicato, Wagner Rodrigues. Para o presidente, “a atual política aplicada na Cetrem tem deixado os trabalhadores que executam suas atividades naquele local em depressão e em muitas vezes em conflito com os usuários por tentar atender com dignidade”. A secretaria geral do sindicato, Jacira Campelo, e a coordenadora da seccional da SEMAS, Alzira Aparecida Alves, apresentaram outras reivindicações da categoria.
Veja o que ficou acordado:
Educador Social: a secretária afirmou que vai abrir concurso público para o cargo de Educador Social, adequando a SEMAS com ao Sistema Único de Assistência Social – SUAS.
Agente de Operação e Agente Educacional: Também ficou acertado que será aberto concurso para essas funções.
Os outros itens serão discutidos com o governo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui