Prefeitura não faz repasse e IPM quer usar reserva do 13º salário para pagamentos do mês de agosto

0
121

A falta de gestão competente do governo municipal tem gerado uma grande crise ao IPM – Instituto de Previdência dos Municipiários. Recentemente, o governo deixou de efetuar o repasse mensal que assegura o pagamento dos aposentados e pensionistas do instituto, causando enorme desequilíbrio na folha de pagamento do IPM para este mês de agosto.

 Diante da encruzilhada, a superintendência do instituto estuda agora, utilizar sua reserva destinada ao pagamento do adiantamento do 13º salário para conseguir fechar a folha de pagamento de aproximadamente 5 mil beneficiários. De acordo com as informações obtidas pelo Sindicato dos Servidores Municipais, essa possibilidade foi vislumbrada durante uma reunião do IPM no dia 11 de agosto.

 A secretaria da fazenda alegou que o aporte dos valores não ocorreu por falta de dinheiro, resultado, segundo o governo, de uma queda acentuada na arrecadação do município.

 Para o Sindicato, a facilidade com que a prefeitura transfere suas responsabilidades ao instituto é espantosa e inaceitável.

 “Essa situação é resultado de uma má gestão desse governo, que agora está refletindo diretamente na programação financeira do instituto. Nossos aposentados e pensionistas não podem ser prejudicados. A falta de repasse não representa uma simples medida administrativa, mas demonstra a incapacidade política e administrativa e a falta de compromisso desse governo”, pontuou o presidente em exercício do Sindicato, Laerte Carlos Augusto.

 Nosso Departamento Jurídico está pronto para tomar as medidas que se fizerem necessárias.

 A Diretoria Atuante do sindicato irá solicitar uma reunião em caráter emergencial para cobrar explicações do governo sobre a falta de compromisso com as responsabilidades financeiras do IPM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui