Prefeitura de Guatapará é condenada a pagar diferença de horas extras

0
120

Em ação judicial promovida pelo sindicato a Prefeitura de Guatapará foi condenada a pagar diferenças de horas extras a trabalhador. A condenação considera hora extra o intervalo para almoço não concedido ao servidor.

FGTS – correção monetária
O Departamento Jurídico do sindicato prepara ação judicial para rever perdas econômicas na conta do FGTS. Tem direito o trabalhador com saldo na conta do FGTS a partir de 1999 até agora.

URV – PERDAS SALARIAIS
Está preparada ação judicial para rever perdas salariais do ano de 1993 e 1994. O servidor que estava registrado neste período deve comparecer ao plantão do Departamento Jurídico do Sindicato, para análise do seu caso.

Plantão Departamento Jurídico
Para ingressar com as ações o servidor deve comparecer ao plantão do Departamento Jurídico do Sindicato na quarta-feira das 14h às 17h30.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui