Maioria dos bancários do país aprova propostas e encerra greve de 21 dias

0
103

Em assembleias realizadas nesta segunda-feira (17), 21º dia de greve nacional, a maioria dos sindicatos de bancários do país aprovou a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), bem como as específicas do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. As três propostas foram aceitas em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Bahia, Mato Grosso, Pernambuco, Alagoas, Campinas, Uberaba, Londrina, Criciúma, Blumenau, Teresópolis, Vitória da Conquista, Dourados e Campina Grande, entre outros sindicatos.

Os trabalhadores do setor terão reajuste salarial de 9%, o que garante um aumento real de 1,5%. No piso salarial, o reajuste de 12% embutre aumento real de 4,3% e o menor salário de ingresso, para pessoal de escritório com jornada semanal de 30 horas, passa para R$ 1.400 a partir de 1º de setembro.

Bancários de CEF e BB aceitam propostas especificas

A proposta apresentada na sexta-feira (14) pela Fenaban inclui melhorias na participação nos lucros ou resultados (PLR), que é de 90% do salário mais um valor fixo. Nessa parte fixa da regra básica, de R$ 1.400, o reajuste foi de 27,2% em relação a 2010. Houve ainda reajuste superior a 16% no teto da PLR adicional, que passou de R$ 2.400 para R$ 2.800.

Fonte: Brasil Atual

(Foto – Jailton Garcia/Sindicato dos Bancários de São Paulo – Assembleia do BB em São Paulo aprova fim da greve)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui