Guatapará: Sindicato discute itens da pauta de 2015 com o governo

0
114

A Diretoria Atuante do Sindicato dos Servidores se reuniu com membros do governo de Guatapará na manhã desta quinta-feira, dia 15, para discutir alguns itens ainda pendentes da pauta da data base de 2015. Entre os assuntos abordados no encontro estão formatação de um Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) no município, a abertura de uma licitação para a contratação de um plano de saúde para a categoria e a implantação de plantões para os trabalhadores do setor de obras.

PCCS

Em relação a criação de um Plano de Cargos, Carreiras e Salários no município de Guatapará, ficou definido que em breve a entidade que representa os servidores encaminhará um ofício com os nomes das pessoas que irão compor, por parte do trabalhadores, a comissão paritária que discutirá o assunto.

“Sabemos que a implantação de um Plano de Cargos, Carreiras e Salários não é uma coisa simples, porém temos a convicção de que este é o momento apropriado para iniciarmos as discussões com o governo visando a criação do PCCS”, diz o coordenador da Seccional de Guatapará, Edgard Cruz.

Plantões do setor de Obras

Há anos os servidores do setor de Obras da prefeitura de Guatapará reivindicam a criação de um sistema de plantões aos sábados. Atualmente, apenas esta categoria trabalha todos os sábados do ano. Com o sistema de plantões, os servidores trabalhariam um período maior durante a semana e aos sábados o setor funcionaria apenas com plantonistas.

“Os plantões favoreceriam a todos. A prefeitura contaria com o servidor por um período maior durante a semana e aos sábados, quando a demanda é menor, apenas os plantonistas trabalhariam. Isso seria bom para o servidor, pois ele contaria uma escala definida e teria um dia a mais no final de semana para descansar e ficar com a família”, ressalta o vice-presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto.

Plano de Saúde

Há muito tempo os servidores de Guatapará cobram do governo municipal a viabilização, dentro das condições financeiras, de um plano de saúde para os trabalhadores. Ficou definido na reunião que a cobrança do Sindicato será atendida e a Administração abrirá uma licitação para que o servidor possa adquirir o plano de saúde com valores mais em conta.

“Nós vamos fazer o levantamento dos servidores que querem fazer o plano de saúde e encaminhar para o governo, para que possamos conquistar um preço mais baixo. O Plano de saúde é uma reivindicação antiga dos trabalhadores que esperamos resolver o mais rápido possível”, finaliza Edgard Cruz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui