Diretoria do Sindicato esteve presente no 4º Congresso da CTB-SP

0
222

Evento reuniu dirigentes de entidades sindicais de todo o estado para discussões acerca da luta do trabalhador

 

Após dois dias de intenso trabalho, terminou no último domingo (25) o 4º Congresso Estadual da CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil) São Paulo. O evento reuniu dirigentes de entidades sindicais de todo estado e o Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis esteve no encontro com 12 representantes.

Sob o tema “Democracia e luta em defesa do emprego e dos direitos” o encontro teve inicio na manhã de sábado (24), no centro da capital paulista, e reuniu cerca de 260 delegados de todas as regiões do estado. Além do presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto, a delegação da entidade contou ainda com Aldeir da Silva Ceará, Alexandre Pastova, Célio Aparecido Faria Costa, Claudia Torres, Débora Alessandra, Donizeti Barbosa, Geovani Martins de Souza, Jacira Campelo, João Pedro Moreira, Marcelo Ribeiro de Lima e Valdir Avelino – diretores e coordenadores do Sindicato.

O ato político, que abriu oficialmente o evento, reuniu representantes das centrais sindicais, de partidos políticos e de entidades dos movimentos sociais, que aproveitaram o momento para reforçar a importância de ampliar a resistência e as lutas. Durante a abertura o presidente do Sindicato foi um dos convidados a saudar os companheiros. Em sua fala Laerte destacou as vitórias dos municipais na nossa região.

“Fizemos há cerca de dois meses uma greve histórica em Ribeirão Preto, foram 21 dias de paralisação e luta em busca dos direitos dos nossos servidores. Essa foi a maior greve já registrada no município, 90% do funcionalismo se envolveu e foi em busca de justiça, contra a tirania da administração municipal. É por esses heróis que eu afirmo, a luta não pode parar companheiros”, afirmou o presidente.

Laerte_1

Compondo a mesa diretiva ao lado do presidente da CTB-SP, Onofre Gonçalves, e outras autoridades, a secretaria geral do Sindicato, Jacira Campelo, foi a responsável pela leitura e esclarecimento do Regime Interno do Congresso. Atualmente ela ocupa a vice-presidência da entidade e veio trabalhando para a realização do evento desde o ano passado. “Foram alguns meses de preparação para esse encontro. Como diretoria, saímos esclarecidos e certos de estarmos todos alinhados num mesmo objetivo, a luta incessante em favor dos direitos do trabalhador”, destacou.

Jacira_1

O primeiro dia de Congresso foi marcado por discussões acaloradas acerca do momento político atual do país. Dentro do plano de lutas proposto pela direção estadual da CTB estão destacados os esforços contra as reformas da Previdência e Trabalhista, também a oposição à terceirização e privatização de empresas públicas e, principalmente, a constante busca pela democracia e não criminalização do movimento sindical e dos movimentos sociais.

No segundo e último dia de encontro o presidente nacional da CTB, Adilson Araújo, saudou os congressistas e fez uma análise da atual conjuntura. Araújo falou sobre os desafios para a classe trabalhadora e para o movimento sindical diante das imposições do atual governo a população.

 

Três vagas na diretoria

O domingo também foi marcado pela eleição da nova diretoria da CTB-SP, que atuará à frente da estadual pelos próximos quatro anos. Com forte atuação dentro da Central, o Sindicato conquistou três cargos dentro da chapa Unidade e Resistência, vencedora do pleito. A secretaria geral do Sindicato, Jacira Campelo, manteve seu posto como 2ª vice-presidente, já Donizetti Barbosa deixou o cargo de secretário de comunicação e passou, junto com Aldeir Ceará, a ocupar uma das 28 vagas da direção executiva.

NovaDiretoria_1_1

O encontro também aprovou um novo presidente para a CTB-SP. Onofre Gonçalves deixa a gestão e em seu lugar assume como presidente estadual Renê Vicente, do Sintaema (Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Estado de São Paulo).

 

Promoção da Igualdade Racial

O Congresso ainda foi o ponto de partida dos trabalhos da secretaria de Promoção da Igualdade Racial da CTB-SP. A criação do departamento foi aprovada por unanimidade no plenário e sancionada sob aplausos dos delegados presentes.

Para o diretor da igualdade social do Sindicato, Geovani Martins de Souza, a nova pasta é uma adição de extrema importância ao trabalho já realizado pela Central. “Ver a CTB-SP abrindo espaço para discussões tão importantes como essa me faz muito feliz. É muito positivo ver a classe se organizando e solidarizando para superar as desigualdades raciais tanto do ponto de vista social, como político e cultural”, ressaltou.

LDiretoria_1

O Congresso encerrou seus trabalhos com discursos e preparação para o 4º Congresso Nacional da CTB, que acontece de 24 a 26 de agosto em Salvador (BA) e continuará as discussões iniciadas nos estaduais em favor dos direitos do trabalhador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui