Data-base 2016: Se o governo não fizer proposta até segunda, greve deve ser deflagrada na próxima semana

0
141

Após 16 dias da entrega da pauta de reivindicações o governo municipal ainda não apresentou uma proposta de reajuste salarial para os servidores municipais de Ribeirão Preto. Diante da falta de oferta, os servidores municipais aprovaram em assembleia geral na noite desta quarta-feira (16) a possibilidade de uma greve geral para a próxima semana. Uma nova assembleia está marcada para segunda-feira, dia 21, e se até a data do novo encontro a administração não fizer uma oferta para a categoria a greve deve ser aprovada na assembleia.

“Já passamos da metade do mês de março. Na reunião econômica realizada no dia 14 o governo apresentou apenas dificuldades para os trabalhadores. Dificuldades já bastam as nossas do nosso dia a dia. Foi aprovado pela categoria que se até a segunda-feira (21), quando realizaremos uma nova assembleia geral, a prefeitura não fizer uma boa oferta de reajuste salarial a possibilidade de greve é muito grande. A categoria está bem consciente do que ela quer e precisa para ter uma recomposição salarial digna. Sabemos que até o momento, como foi amplamente divulgado pela imprensa de Ribeirão, a arrecadação do município aumentou se comparada com o mesmo período do ano passado. Segunda será o dia “D” para os servidores”, salienta o presidente do Sindicato, Wagner Rodrigues.

Os servidores municipais estão cobrando um reajuste salarial de 20,11%, sendo 11,31% de reposição da inflação de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e 8,80% referente ao crescimento nominal da receita do município. Além do índice de reajuste salarial, os trabalhadores também aprovaram o mesmo percentual (20,11%) de aumento para o vale-alimentação e no vale nutricional dos aposentados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui