CONTRA A BOATARIA E A DESINFORMAÇÃO QUE VEM SENDO PLANTADA PELO GOVERNO

0
110

CARTA AOS SERVIDORES

CONTRA A BOATARIA E A DESINFORMAÇÃO QUE VEM SENDO PLANTADA PELO GOVERNO

 Companheiros e companheiras servidores, bom dia!

O governo continua tentando, obstinadamente, tapar o sol com a peneira quando se trata da data-base da nossa categoria. Só consegue com isso agravar seu déficit de credibilidade.

Essa boataria que corre solta, plantada pelo governo, inclusive em veículos de comunicação, deve ser tratada como mera boataria. A clara intenção do governo por trás dessa infeliz iniciativa é diminuir o ímpeto da greve e criar condições mais favoráveis de negociação – para ele – na segunda-feira.

O governo já tentou barrar a greve com pressão e ameaças. Já tentou minar a greve com uma chuva de liminares. Para sair do isolamento onde se meteu o governo tem tentado de tudo, menos ser sincero.

A essa altura, depois de ter sido reiteradamente vencido pelos servidores nas ruas e na Justiça, inclusive na infeliz ideia de ressuscitar a famigerada proibição de greve, só resta ao governo a opção de apresentar uma proposta concreta aos servidores na segunda-feira. E proposta deve ser apresentada na mesa de negociação, colocada no papel.

O mais importante é que com coerência e genuíno espírito democrático e coletivo, nós debateremos, aprovaremos ou reprovaremos propostas apenas em Assembleia.

Convenhamos, é muito desagradável esperar quase um mês uma contraproposta do governo para no fim debatermos sobre uma reportagem a respeito de uma suposta intenção do governo. Não vamos cair nessa! A responsabilidade de descascar o abacaxi é do governo. Não vamos dividir essa tarefa com ele e começarmos a discutir balões de ensaio cujo único objetivo é tirar a concentração e a unidade dos servidores.

 

O nosso papel, companheiros e companheiras servidores, é repudiar a desinformação, neutralizar os boatos e preservar a unidade da categoria e a nossa mobilização. Não vamos debater em cima de rumores plantados pelo governo.  

A greve continua. E na segunda-feira vamos ampliar a paralisação e realizar, nas escadarias do Palácio do Rio Branco, o maior ato público da história da nossa categoria.

Laerte Carlos Augusto

Presidente do Sindicato

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui