COMUNICADO DO SINDICATO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS SOBRE O EPISÓDIO DE TRANSFERÊNCIAS ELETRÔNICAS ENVOLVENDO O IPM

0
23

I – O Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto, Guatapará e Pradópolis irá acompanhar as investigações referentes as movimentações feitas por meio eletrônico de verbas do IPM. Nossa entidade espera que o caso seja apurado com urgência e que os valores retornem aos cofres do Instituto com a máxima celeridade.

II – Numa ironia da História, quis o destino que coubesse ao atual Governo ter um dos seus nomeados políticos envolvidos neste triste e prejudicial episódio justamente no momento em que a comunicação oficial culpava a todas as outras administrações anteriores – de forma genérica – por erros do passado. Com o olhar para o passado, de costas para o futuro, o Governo errava no presente. Enquanto disseminava, por mensagens pagas, propaganda reclamando do efeito das aposentadorias pagas aos servidores e pensionistas, faltava ao próprio Governo a capacidade profissional e técnica para proteger satisfatoriamente os interesses e os recursos do IPM.

III – A exoneração do agente público não basta. Além da recuperação dos recursos do IPM e da responsabilização dos culpados, há ainda um longo e necessário caminho de mudanças. Tanto pela economia gerada como pelo simbolismo que comporta, é de grande relevância para o Município – e esta é a cobrança do Sindicato – a diminuição de cargos comissionados sem vínculo não apenas no IPM, mas em todo o serviço público municipal.

IV – Não se pode cogitar a hipótese de que o agente que não tenha qualquer tipo de preparação técnica esteja apto a exercer cargos de importância como são inúmeras funções de direção, chefia e assessoramento. A não escolha do melhor preparado para o exercício do cargo comissionado fere o ideal de boa administração dentro do qual está incluído o princípio da eficiência.

Ribeirão Preto, 30 de novembro de 2018.

SINDICATO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE RIBEIRÃO PRETO, GUATAPARÁ E PRADÓPOLIS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui