Assembleia aprova plano de lutas que começa na quinta

0
43

A assembleia geral dos servidores terminou com a aprovação de um plano de lutas da categoria contra a proposta do Governo municipal de congelamento do salário dos trabalhadores. As mobilizações terão início na quinta-feira (21), no período da manhã, com uma panfletagem no centro de Ribeirão Preto, e no período da tarde (a partir das 16 horas) um manifesto na porta do Palácio Rio Branco. A categoria também decidiu por realizar, logo após o protesto, uma carreata até a Câmara Municipal para pedir o apoio dos vereadores no cumprimento daquilo que determina a Lei Orgânica do município e a Constituição Federal, que é o reajuste anual obrigatório.

 

Ato contra o congelamento dos salários e Reforma da Previdência

Também ficou definido na assembleia que a categoria vai realizar uma grande manifestação contra o congelamento dos salários (proposta zero do governo) e contra a reforma da previdência na sexta-feira (22), a partir das 18 horas, em frente ao Theatro Pedro II.

 

Cobrança dos Servidores

A categoria cobra da administração um reajuste salarial de 5,48% (sendo 3,78% de reposição da inflação e 1,7% de aumento real). O mesmo índice de reajuste (5,48%) é reivindicado na reposição do vale-alimentação e na auxílio nutricional dos aposentados e pensionistas. Na pauta entregue ao Governo Municipal ainda constam diversos itens específicos de cada Secretaria e Autarquia que visam melhores condições de trabalho aos servidores. O Governo Municipal ofereceu zero de reajusta para os servidores municipais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui