Trabalhadores e Sindicato reivindicam mais segurança no Zoonoses

0
226

Em uma reunião ocorrida na tarde de quarta-feira, dia 14 de setembro, a Diretoria Atuante reivindicou, ao superintendente da Guarda Civil, mais segurança para os trabalhadores do Centro de Controle de Zoonoses. A cobrança foi feita depois de a Diretoria receber de diversos servidores reclamações sobre a segurança de quem trabalha no local. Recentemente o Centro de Controle de Zoonoses voltou a recolher animais de grande porte em estado de abando, ou que ofereçam risco aos motoristas e motociclistas da cidade. Os animais apreendidos são encaminhados para o Zoonoses.
“Como os animais ficam no Centro e os proprietários não aceitam pagar a multa para retirá-los, muitos acabam ameaçando, inclusive de morte, os servidores que lá trabalham. O que nós queremos é garantir a segurança destes servidores com mais patrulhamento no local”, diz o presidente da Seccional da Saúde, Noedivaldo Bernardino. “Nós acreditamos que a criação de um posto fixo da GCM no local de trabalho resolveria o problema. Não podemos deixar nossos servidores nessa situação de insegurança”, fala o guarda civil e secretario geral do Sindicato, Valdir Avelino.
O superintendente da GCM, André Luiz Tavares, se comprometeu em aumentar o patrulhamento em períodos em que os animais estiverem apreendidos no local de trabalho e monitorar através de câmeras as dependências do Zoonoses. Responsáveis da Secretaria da Saúde que também participaram da reunião prometeram melhorar a iluminação do local. “O superintendente disse pra gente que se novos guardas forem contratados, um posto fixo da GCM será criado no Centro de Controle de Zoonoses. A princípio as medidas que serão tomadas imediatamente vão ajudar na segurança dos nossos trabalhadores”, finaliza o vice presidente do Sindicato, Laerte Carlos Augusto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui