Sindicato quer melhores condições de trabalho para servidores do Controle de Zoonoses

0
134

O Sindicato dos Servidores Municipais visitou na manhã de segunda-feira, dia 25 de fevereiro, os servidores do Centro de Controle de Zoonoses e vai cobrar da Secretaria de Saúde melhores condições de trabalho para a categoria. A visita foi feita depois que a Diretoria Atuante recebeu denúncias de que as condições de trabalho dos servidores eram precárias. No local, o Sindicato constatou alguns problemas. O frízer que acondiciona os animais de pequeno porte mortos não comporta a demanda do local. “São muitos cachorros mortos recolhidos diariamente e o frízer não comporta a quantidade de animais. O mau cheiro é insuportável. Sabemos que os animais mortos são recolhidos duas vezes ao dia, mas não é suficiente. O ideal seria construir uma câmara fria, e não manter esse serviço em um frízer”, fala o coordenador da Seccional da Saúde do Sindicato, Célio Aparecido. Outro problema encontrado pelo Sindicato foi a conservação do caminhão munck que recolhe animais de grande porte mortos. “O veículo está em péssimas condições. A carroceria está deteriorando. Pedaços de madeira estão se soltando. O pior é que este veículo está transitando normalmente nas ruas de Ribeirão. É risco para o trabalhador e neste caso para os motoristas que também estão em risco com um veículo como este nas ruas. Queremos uma solução rápida para o caso”, diz o diretor da Seccional da Saúde do Sindicato, Noedivaldo Bernardino. Os servidores do Controle de Zoonoses também reivindicaram maior segurança no local. Um portão quebrado do canil também foi alvo das denúncias dos servidores. “Furtaram boa parte da fiação externa do prédio. A iluminação externa não existe. São muitos furtos que acabam trazendo muita insegurança para os trabalhadores. O portão do canil está quebrado há anos e nenhuma solução foi dada até o momento. Queremos mais condições de trabalho no serviço público de Ribeirão”, finaliza Célio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui